Android: não faça estes erros com as suas aplicações!

Ter um smartphone Android a funcionar da melhor forma não é só utilizar e já está. De facto, há coisas que não devemos fazer com as aplicações para garantir que não há falhas e erros no sistema operativo Android.

Android: não faça estes erros com as suas aplicações!

1. Fechar aplicações com frequência

O Android tem um mecanismo eficaz para gerir todos os processos em execução no seu dispositivo. Gere as suas aplicações de fundo, o seu estado atual e o consumo de bateria. Quando fecha uma aplicação manualmente, ela é removida da memória e demora mais tempo a abrir da próxima vez.

Claro que o nosso objetivo pode ser libertar alguns recursos no smartphone. No entanto, nem sempre funciona assim.

O Forçar a paragem de uma aplicação até pode dar origem a erros. Como tal não o devemos fazer. Isto a menos que ela tenha ficado encravada.

2. Utilizar apps de limpeza

Eventualmente não sabe disso mas o melhor mesmo é manter-se afastado das apps que melhoram o desempenho. De facto, as apps que prometem limpar a memória ou fazer com que a bateria durem mais podem ter impacto no funcionamento do sistema operativo e fazer mais mal do que bem.

De facto as aplicações de limpeza de memória são redundantes porque muitos dos processos que param acabam por recomeçar automaticamente. Além disso, da próxima vez que abrir uma aplicação fechada à força, vai demorar mais tempo a carregar do que se não tivesse feito nada.

3. Instalar apps de fontes desconhecidas

Por vezes, quando não consegue encontrar uma aplicação ou um jogo no Google Play, pode sentir-se tentado a procurar na Google e descarregar um ficheiro APK a partir de um website de terceiros. As aplicações destes sites podem ser perigosas expondo-o a ameaças de segurança e privacidade.

4. Carregar em anúncios suspeitos

Os anúncios fazem parte de quase todas as aplicações e websites modernos, e são uma importante fonte de rendimento. Mas é importante entender que alguns anúncios são perigosos e podem roubar os seus dados ou enviar-lhe vírus.

Não é tão difícil identificar os maus anúncios comparativamente aos bons. Os criminosos geralmente usam anúncios que oferecem ofertas demasiado boas para serem verdade, ou tentam enganá-lo para descarregar coisas – aplicações de segurança duvidosas, por exemplo. Não se deixe enganar por isto.

5. Atenção às permissões

Quando instalar uma aplicação, ser-lhe-á pedido que conceda permissão para aceder a diferentes partes do seu smartphone. Antes de o fazer, olhe para as permissões que a app está a pedir e tenha cuidado com qualquer app que peça mais permissões do que necessita. Uma simples aplicação de calculadora a pedir permissão para aceder à sua câmara é obviamente suspeita.

6. Instalar apps com subscrições

Quando falamos de ameaças lembramo-nos logo de vírus ou outras coisas parecidas. No entanto, existe uma categoria de aplicações chamada fleeceware e que representa um perigo legal que está presente na Play Store. São cada vez mais os relatos de utilizadores que estão a ficar com valores debitados e que inicialmente nem se sabe bem porquê. Tudo começa de uma forma muito simples. Instalamos uma app que até é grátis mas no entanto tem uma subscrição escondida que começamos a pagar, ou semanalmente ou todos os meses. Mas o pior de tudo é que em muitos casos não basta removermos a app para nos livrarmos do problema.

Estas apps representam um grande problema uma vez que as pessoas inicialmente nem se apercebem bem dos custos que vão ter. Descobrem uma app com imenso potencial na Play Store e que resolve o problema com que se estão a deparar. Não pensam duas vezes e instalam, até porque o teste é gratuito. O problema vem depois. Cobranças mensais ou até mesmo semanais e bem caras! Não estamos a falar de 20 cêntimos. Aliás há pessoas que chegam a pagar 20 e 30 Euros por semana.

Fleeceware, Natal: este é o maior perigo para o seu smartphone Android!,, erros nos smartphones Android

Seja como for nada disto é ilegal. Eles avisam que há pagamentos. Até porque para a cobrança ser feita, o utilizador tem de dar o ok. Por isso esteja atento.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Que modelos de MacBook incluem ecrãs de 120 Hz?

Embora seja possível jogar no MacBook Pro, nem sempre foi o ideal. Isto é, até a Apple ter revelado os seus revolucionários processadores da...

Comprar telemóvel depois do Verão? Só se tiver isto!

Se escolheu esta altura, ou pelo menos, este ano, para mudar de smartphone então saiba que tem de dar especial atenção a alguns aspetos...

Os motores dos aviões podem funcionar com gasóleo normal?

Tal como na indústria automóvel, há uma variedade de motores de avião concebidos para funcionar com vários tipos de combustíveis. Até mesmo os aviões...

Waze e Google Maps: um é todos os dias e o outro para explorar

O Waze é uma aplicação de navegação GPS dedicada e o Google Maps oferece o mesmo como um dos seus serviços principais. Seja como...

Chegou a hora de trocar a bateria do seu smartphone?

Os telemóveis, sobretudo quando são novos, funcionam sempre bem. No entanto há sempre uma fase em que as coisas ficam mais tremidas. O problema...

O que faz a bateria do seu smartphone inchar?

Um dos maiores perigos que pode resultar do sobreaquecimento do telemóvel é o facto de a bateria poder começar a inchar. Este fenómeno é...

Newsletter Leak

Receba todas as notícias e destaques diretamente no e-mail. É grátis!

Artigos relacionados