Análise Microsoft Surface Pro 6: O melhor 2 em 1 do mercado!

Análise Microsoft Surface pro 6

Análise Microsoft Surface Pro 6 – É daquelas pessoas que não gosta de tablets, mas quer algo bem mais portátil que bem… Um portátil? Talvez seja boa ideia olhar para aquilo que a Microsoft tem nas suas fileiras, nomeadamente, o Surface Pro 6!


Se pretende um portátil ‘a sério’ da mesma linhagem, pode sempre olhar para o Laptop 2 da Microsoft:


A gama de aparelhos Microsoft Surface já não é nova, no entanto, acabou por nunca ter o sucesso que a empresa desejaria.

O Surface Pro sempre foi o meu 2 em 1 favorito, a maneira como era possível ter um super tablet nas mãos, e ao encaixar um teclado, um portátil Windows ‘normal’, sempre foi algo que me encantou! No entanto, a bateria nunca convenceu… Até agora.

Dá-me a sensação, que com o mercado de tablets cada vez mais moribundo, a Microsoft tem aqui um excelente produto, para dominar este segmento.

Dito tudo isto, vamos ver o que vale o muito recente, Microsoft Surface Pro 6.

Design

O novo Surface Pro 6, chega ao mercado, repetindo a mesma formula de design dos modelos anteriores.

Afinal de contas, continuamos com os três modos, tablet, portátil e studio.

Mas agora, temos uma nova opção de cor, a Matte-Black, que curiosamente, é a que tivemos oportunidade de analisar! Inegavelmente, esta cor torna o aparelho ainda mais ‘sexy’, acentuando o seu design fino e minimalista.

Entretanto, o apoio traseiro de metal, continua extremamente fácil de usar, provando a sua robustez, em qualquer superfície. E fácil utilizar o tablet, mesmo no nosso colo, é sem dúvida uma excelente solução para levar durante as férias! Algo que fiz, para aproveitar e rever todas as temporadas de Game of Thrones.

No entanto, temos de mencionar as margens do ecrã… Em 2019, é um grande não, e algo que a Microsoft precisa de corrigir já na próxima versão.

Em suma, temos aqui um tablet/portátil bem interessante, com apenas 770g de peso sem teclado e cerca de 1kg com o teclado acoplado.

Ecrã

Análise Microsoft Surface Pro

O ecrã de 12.3” PixelSense do Surface Pro 6, é realmente extraordinário, especialmente se tivermos em conta que estamos a falar de um híbrido (2 em 1). Temos a super resolução de 2736 x 1824, com uma cores fidedignas e acima de tudo brilhantes.

Na minha opinião, consumir conteúdo multimédia nesta máquina, é um prazer autêntico!

Aliás, como disse em cima, vi aqui 7 temporadas de Game of Thrones, com sessões tanto de dia como de noite, e a qualidade de imagem, nunca foi um problema, muito pelo contrário.


Nota do Redator – E meus amigos, levar este Surface Pro 6 para férias, foi uma ideia genial, para conseguir distrair a minha namorada enquanto tirava algumas horas para trabalhar! Era eu a escrever, e ela a desenhar.

Sim, a desenhar! Com a caneta, é possível fazer desenhos espetaculares, em conjunto com as muitas ferramentas que a Microsoft oferece dentro do sistema operativo.

Mas já vamos falar mais disso!


Áudio

As duas colunas frontais do Surface Pro 6 são perfeitamente capazes de oferecer som de qualidade, alto e com a clareza necessária.

Afinal, nunca senti necessidade de ligar auscultadores, ou ligar uma coluna bluetooth para aproveitar toda a qualidade sonora do tablet. Muito curiosamente, durante as férias, até tive o Surface a dar música pelo Spotify, enquanto cozinhávamos ou lavávamos a louça.

Este pequeno computador da Microsoft conseguiu facilmente encher a sala de som, e isso é realmente de louvar, tendo em conta o tamanho da máquina.

Teclado e Surface Pen

Quando peguei no Surface Pro 6, fiquei imediatamente impressionado com a qualidade do teclado. No fundo, é apenas um extra, um teclado acoplável, que não é obrigatório para o funcionamento do aparelho…

No entanto, tem uma escrita bem bastante razoável, e até tem retro-iluminação! Isto, naquilo que é basicamente uma capa para o tablet, que também faz de teclado.

Depois temos o touchpad, que continua a tendência deixada pelo teclado em si, ao oferecer uma excelente qualidade de toque, bem como uma responsividade muito acima da média. Contudo, faz um barulho não muito agradável, ao fazer clique.

A caneta Surface!

O Surface Pro 6 funciona perfeitamente bem sem a caneta, é verdade… Mas na minha opinião, não faz qualquer sentido a Surface Pen ser vendida à parte, por 103,49€! Assim que a adquirir, vai sentir que tem finalmente um pacote completo.

Afinal, a Surface Pen oferece 4096 níveis de sensibilidade, naquilo que parecem quase 1000 canetas numa só, quando ganha o jeito nas várias aplicações que tiram partido deste acessório.

Eu não sou, nem nunca fui grande artista… Mas até eu tirei bastante gozo da aplicação de desenho, ainda mais quando os movimentos são tão fluidos, e a resposta tão precisa.

Desenho feito no dia 8 de Março, pela Joana Morais da Leak

Além disso, se está a pensar mais num ‘Modo de Trabalho’, a caneta também dá imenso jeito para tirar notas, ou sublinhar vários pedaços de texto ou gráficos em várias aplicações do Microsoft Office.

Análise Microsoft Surface Pro – Performance

Em comparação com os seus antecessores, o Surface Pro 6, significa um grande salto na performance! Muito graças ao novo processador quad-core Core i5-8250U, bem como os 8GB de memória RAM.

Se acha que estas especificações não são suficientes, tem ainda uma versão com um processador Intel Core i7 e 16GB de memória RAM.

Isto significa, no fundo, que a performance não irá ser problema, quer tenha 20 abas do Google Chrome abertas, ou apenas quer trabalhar enquanto ouve música, ou tem o HBO Portugal/Netflix aberto, para ver um filme ou uma das suas séries favoritas.

Análise Microsoft Surface Pro

Dito isto, no Geekbench 4, conseguimos obter a muito razoável pontuação de 13,122. O que curiosamente, acaba por ser um aumento de 50%, em relação ao antigo Surface Pro 5 com o processador Intel Core i7.

Com este poder, o Surface Pro 6 consegue meter no bolso vários aparelhos do segmento mobile! Contudo, fica atrás do extremamente poderoso Apple iPad Pro, que com o seu SoC A12X, rebenta com tudo o que tem no caminho.

Em suma, com este aparelho, vai gozar de boa performance, mesmo se optar pela versão ‘Base’ com o Intel Core i5 e 8GB de RAM.

Aliás, graças à performance da placa integrada Intel UHD 620, até irá conseguir jogar alguns jogos casuais, como a maioria dos títulos eSports, onde podemos incluir League of Legends e CS: GO.

Análise Microsoft Surface Pro – Autonomia

Um dos pontos mais negativos, dos antigos Surface Pro, era mesmo a sua bateria… Ou falta dela! Algo que foi imensamente melhorado nesta nova versão, e que assim, deixou de ser uma dor de cabeça.

Portanto, pela minha experiência, ao navega na web, e a editar ficheiros de texto, é possível alcançar as 8/9 horas de autonomia. No entanto, se pretende fazer streaming de filmes/séries, ou jogar… Irá baixar um pouco, para umas ainda assim bem razoáveis 4 horas.

Câmeras

Certamente, que não irá comprar um Surface para tirar fotos… Mas a verdade, é que ele vem equipado com uma câmera traseira de 8MP, para o que der e vier.

Enquanto a câmera é perfeitamente capaz de tirar fotos razoáveis com boas condições de luz. Com toda a certeza, não irá substituir a câmera do seu smartphone, se por acaso tem um telemóvel ‘decente’.

Exemplo:

Análise Microsoft Surface Pro

Similarmente, também temos uma câmera frontal de 5MP. Que apesar de ser perfeitamente capaz de safar uma qualquer chamada via Skype ou Facebook… Não a usaria para muito mais, a não ser a autenticação Windows Hello. (Que permite fazer log-in no portátil em pouco mais de um segundo.)

Exemplo:

Análise Microsoft Surface Pro

Análise Microsoft Surface Pro – Preço e Disponibilidade

O Surface Pro 6 já está no mercado há algum tempo. Com o preço de 962€, para a versão com o Intel Core i5 e 8GB de memória RAM.

Se estiver interessado, pode configurar a sua própria máquina aqui.

Conclusão – Análise Microsoft Surface Pro

A Microsoft tem aqui um aparelho bastante interessante, que apesar de não ser para todos, irá certamente conquistar vários consumidores. Nomeadamente, quem não gosta de tablets, nem quer um portátil ‘completo.

É um aparelho extremamente leve, que tanto pode servir de central multimédia, uma estação de desenho, ou até um computador bastante potente para produtividade! Graças aos seus acessórios como a Surface Pen.

Temos de salientar as grandes melhorias em relação ao anterior modelo… Como o aumento dramático de bateria, bem como a performance oferecida pelo novo processador Intel de 8º geração.