(Análise) ASUS Zephyrus G15: Um portátil que é um monstro!

ASUS ROG Zephyrus G15 – No ano passado, testei e na verdade até me apaixonei pelo ASUS ROG Zephyrus G14, um portátil muito focado na portabilidade, que ao mesmo tempo era uma máquina super poderosa ao trazer para cima da mesa especificações de fazer corar até os PCs mais poderosos da altura.

Pois bem, este ano temos um bicho diferente para testar, o ROG G15, que já não é tão “maneirinho” como o G14 do ano ano passado, mas que compensa tudo isso ao trazer muito mais cavalagem para cima da mesa.

Afinal de contas, temos uma RTX 3080, um Ryzen 5900HS, e ainda 32GB de memória RAM dentro deste menino. Mas vamos por partes.



ASUS Zephyrus G15: Um portátil que é um monstro do gaming!

Zephyrus G15

Quick-Review

Muito resumidamente, apesar do preço assustador na sua configuração máxima, o Zephyrus G15 é um portátil que justifica todos os cêntimos gastos, ao dispor do hardware mais rápido do planeta quando o tema é comprar um PC portátil.

Afinal, temos a possibilidade ter uma RTX 3060, 3070 ou 3080, alguns dos processadores mais rápidos que a AMD alguma vez lançou no mercado, bem como memória rápida, bom IO, colunas de qualidade, e ainda uma bateria em condições.

Se precisa de um portátil para o que der e vier, é impossível não olhar para este produto da ASUS.

Especificações técnicas:

  • Processador: AMD Ryzen 9 5900HS (octacore Zen 3)
  • Placa Gráfica: NVIDIA RTX 3080 – 8192 MB, Core: 1245 MHz, Memória: 1500 MHz
  • RAM: 32GB 3200MHz (16GB soldados na motherboard + 16GB SO-DIMM) Máximo de 48GB
  • Ecrã: 15.60” 16:9, 2560 x 1440, 188 PPI, 165Hz
  • Armazenamento: 1TB NVMe
  • Peso: 1,99KG

Introdução

Portanto, tivemos para review o modelo mais poderoso da gama Zephyrus G15, ao trazer consigo um Ryzen 9 5900HS, uma RTX 3080, e ainda um ecrã QHD de 165Hz. Um portátil que é uma óbvia evolução ao modelo do ano passado, ao voltar a apostar em várias características desta gama, como o ecrã de grande qualidade, um teclado pronto para trabalho ou gaming, colunas capazes de oferecer muito volume sem perder qualidade de som, bem como uma bateria de grandes dimensões.

É uma máquina pronta para tudo o que lhe atirar para cima, sejam workloads complicadas, ou simples sessões de gaming até ficar com as mãos dormentes.

Claro que não é um portátil sem falhas, nem nunca poderia ser ao meter hardware tão poderoso num corpo compacto, mas lá chegaremos.

Design

Zephyrus G15

Zephyrus G15

O Zephyrus G15 está disponível em cinzento e em branco, onde pessoalmente tenho de dizer que tenho preferência pela cor branca, por ser mais fácil ver os muitos detalhes que a ASUS meteu no chassis, e claro, é uma cor mais fora do comum no mundo mobile.

Dito tudo, visualmente, o portátil é obviamente uma máquina topo de gama, especialmente quando lhe tocamos pela primeira vez e ficamos logo com uma ideia de robustez acima da média. Entretanto, temos novamente de dizer olá ao ergolift da ASUS, que basicamente faz com que todo o portátil se levante ao mesmo tempo que levanta o ecrã até um ângulo máximo de 180º, para não só lhe dar mais conforto durante a utilização, mas também ajudar na refrigeração interna dos componentes.

Curiosamente, o G15 é um portátil que também impressiona por ser extremamente leve, pesando menos de 2KG, isto ao mesmo tempo que apresenta margens extremamente finas no ecrã. Assim, apesar de contar com algum do hardware mais poderoso do mercado, pode levá-lo consigo para qualquer lado sem dar cabo das costas.

Conectividade

Zephyrus G15 Zephyrus G15

Apesar de ser uma máquina leve e fina, o G15 conta com uma porta RJ45, audio jack, saída HDMI 2.0, slot Kensington e ainda um leitor de cartões microSD. Entretanto, no campo das portas USB, temos duas entradas Type-A e duas entradas Type-C (3.2 Gen2)

Teclado e Touchpad

O teclado de um portátil é das coisas que passa mais ao lado dos utilizadores, mas que pelo menos para mim, é das mais importantes. É aqui que vai passar a grande maioria do seu tempo, seja a trabalhar ou a jogar, por isso o feeling tem de ser bom.

Infelizmente, para mim, este é o maior ponto negativo do portátil, visto que achei as teclas um pouco mushy, o que claro está, é inegavelmente um efeito secundário de estarmos a falar de uma máquina pensada para os jogos. O que é uma pena, visto que a ASUS sabe fazer bons teclados para portáteis, como é o exemplo do ZenBook Duo, que para mim, tem o melhor teclado do mundo mobile.

Além de tudo isto, o teclado parece pequeno demais no meio da máquina, mas isso também depende do seu gosto pessoal. Entretanto, em termos de iluminação, temos aqui um upgrade relativamente ao ano passado, com vários níveis de brilho, e teclas legíveis em qualquer condição de luz.

Zephyrus G15

Touchpad

Por outro lado, o touchpad é de qualidade, começando imediatamente pelo seu tamanho generoso (13 x 8.5cm), e níveis de responsividade. Para mim, um dos melhores touchpads que tive o prazer de utilizar no mundo Windows.

Ecrã

Aqui temos uma das estrelas da companhia! Afinal, temos um ecrã capaz de oferecer um compromisso ótimo entre a qualidade de imagem e consumo de recursos. Especialmente quando temos em conta que é um ecrã WQHD com a capacidade de chegar aos 165Hz.

Posso dizer sem qualquer dúvida que a qualidade de imagem é superior ao meu monitor Super-Ultra Wide QHD do meu PC Desktop pessoal, que foi tudo menos barato.

Em suma, sem entrar em muitos detalhes, é um monitor capaz de oferecer uma excelente experiência de utilização em qualquer ambiente que o meta! (Multimédia, Jogos ou Produtividade).

Performance

Apesar do seu tamanho super compacto, o ASUS Zephyrus G15 não chegou ao mercado para brincar, ao oferecer uma excelente performance em todas as métricas. É um portátil que lhe irá durar vários anos, como pode ver nos testes em baixo.

CrystalDiskMark 8.0.1 – Velocidade do SSD: 

Zephyrus G15

PCMark10 – Produtividade:

Zephyrus G15

CPU-Z:

Zephyrus G15

3DMark Time Spy:

Zephyrus G15

Bateria

Este portátil é capaz de oferecer mais de 9 horas de uso ‘normal’, ou seja, de navegação na Internet e de consumo multimédia. No entanto, se quiser jogar, é boa ideia ligar o portátil ao carregador! Visto que além de uma queda abrupta na performance, também vai ver um salto enorme no consumo da bateria. (1h30 de autonomia em Load).

Conclusão

O ASUS ROG Zephyrus G15 é um portátil gaming focado na performance que impressiona em quase todas as métricas. Sim, é verdade que o seu tamanho mais compacto e baixo peso faz com que não seja a máquina mais poderosa da sua gama. Mas lá está, não precisa de uma grua para o transportar cada vez que sai de casa, e isso é sempre um plus.

Entretanto, em termos de disponibilidade e preço, já pode encontrar pelo menos duas versões na Globaldata aqui.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Zephyrus G15

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Conta Google: se receber este aviso pode ficar sem conta!

É muito raro conseguirmos encontrar uma pessoa que não utiliza produtos Google como o Gmail e o Google Fotos, ou que não tem uma...

Enganou-se? Anule agora mesmo um envio no Gmail!

Já aconteceu a todos enviarmos uma mensagem e depois arrependermo-nos. Isto porque dissemos o que não queríamos ou porque no segundo a seguir verificámos...

Windows 11: a versão final já está na Internet e pode descarregar!

A Microsoft anunciou que os Windows Insiders no canal Release Preview já podem deitar a mão ao novo sistema operativo. Isto é realmente importante...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!