Análise ASUS ROG Zephyrus G502D: Como as coisas mudaram!


Por em

Análise ASUS ROG Zephyrus G502D: Como as coisas mudaram! – Quem me conhece sabe que não sou nem nunca fui grande fã de computadores portáteis Gaming. Afinal de contas, é impossível conseguir tirar a mesma performance dos componentes, em relação a um bom Desktop… Além disso, este tipo de aparelhos costuma chegar ao mercado com um preço bastante acima do esperado tendo em conta a sua performance real.

Ou seja, se quiser um bom portátil para jogos, é bem provável que tenha de poupar um pouco mais para ter uma experiência minimamente similar ao que consegue encontrar no mundo dos PCs Desktop.

Análise ASUS ROG Zephyrus G502D: Ainda assim, é preciso ter noção que os tempos mudam! E pelos vistos, o mercado de portáteis mudou bastante nos últimos tempos.

ASUS ROG, Portátil, Zephyrus

Por isso, decidi aceitar o desafio da ASUS para testar um dos mais recentes portáteis Gaming da linha ROG (Republic Gamers), o Zephyrus G502D!

Um portátil que traz para cima da mesa um design arrojado, bem como especificações bastante interessantes para o preço! Afinal de contas, temos um APU Ryzen 7 3750H, uma placa gráfica dedicada NVIDIA GTX 1660 Ti MaxQ, e ainda um ecrã FullHD capaz de oferecer uma taxa de atualização de 120Hz! Por cerca de ~1386€. (Somos parceiros GlobalData, utilize o cupão ‘GDLEAK20’ para ter um pequeno desconto9

Aliás, levei o desafio tão a sério que até levei o portátil para as minhas primeiras férias do ano, para perceber se este menino conseguia ou não suprimir as minhas necessidades longe do meu PC Desktop. (Estamos a falar de um PC composto por um Ryzen 9 3900X, ASRock X570 Taichi, RX 5700 XT, etc… Ou seja, a missão de me conquistar não seria nada fácil.)

Férias com uma análise para fazer! Quem nunca?

Portanto, como sei que existem vários jogadores que preferem ter uma experiência móvel, devido a um estilo de vida mais agitado, em que o luxo que é sentar frente a um desktop de qualidade simplesmente não existe. Vamos lá tentar perceber o que isto vale!


Spoiler Alert! Se por acaso tivesse de comprar um novo portátil para jogos, é bem provável que este Zephyrus acabasse por ser a minha escolha.


Análise ASUS ROG Zephyrus G502D: Como as coisas mudaram!

ROG

Pois bem, o ASUS ROG GA502 é um excelente exemplo daquilo que a ASUS tem feito no mercado de portáteis Gaming. Afinal de contas, é um modelo de gama média que já apresenta especificações que até no mundo dos PCs Desktop metem respeito.

Antes de mais nada, estamos a falar de um portátil que ronda os 1300~1400€, algo que seria simplesmente impensável encontrar numa prateleira há alguns anos atrás, pelo menos nunca com este tipo de especificações técnicas.

Especificações técnicas:

  • Processador: AMD Ryzen 7 3750H
  • Placa Gráfica: Nvidia GeForce GTX 1660 Ti 6GB – Max-Q
  • Memória: 16GB DDR4 RAM
  • Ecrã: 15.6-inch vIPS 120Hz (1920×1080)
  • SSD: 512GB NVMe SSD x 2
  • Portas: 1 x USB 3.1 Gen 2 Type-C with DisplayPort™ 1.4; 3 x USB 3.1 Gen 1 Type-A; HDMI 2.0b; 3.5mm microfone + auscultador; 1 x Kensington;  RJ-45 jack
  • Conectividade: Intel® Wireless-AX200 (802.11/ac 1*1) / Bluetooth 5.0
  • Peso: 2.1kg

Design

Logo à primeira vista, o ASUS Zephyrus G502D é um portátil bastante bonito com as suas linhas gamer, que neste caso não são exageradas, ao apostar num corpo fino e leve.

Dito isto, se por acaso gosta de ecrãs ‘Infinitos’, temos pena, vai ter de levar com um pequeno ‘pescoço’ nesta máquina. Ainda assim, temos margens bastante pequenas à volta do ecrã vIPS (6.2mm).

Em suma, o portátil tem um tamanho perfeito, as margens são bastante pequenas, e a filosofia de design clássica dos portáteis gamer ficou sob controlo neste modelo. Ah… E antes que me esqueça, temos iluminação RGB! Mas ficou apenas na parte fora do portátil, no logo ROG. Algo que na minha opinião lhe dá muita identidade, ao mesmo tempo que também não é exagerado.

Ecrã

O ecrã deste portátil promete imenso com os seus 120Hz, e na verdade, até consegue cumprir a maioria das promessas.

Contudo, é facilmente notório que estamos na presença de um painel vIPS e não de um IPS ‘real’. Ou seja, a qualidade de imagem é boa, mas o brilho não é o melhor que já vi no mercado. Algo que notei rapidamente quando tive a genial ideia de ir jogar para o pé da piscina do hotel.

Ainda assim, nem todos os génios deste mundo vão para a rua para debaixo do sol intenso. Por isso, é provável que não fique sem ver o que se passa no ecrã. No entanto, tenha em conta que o brilho não é o melhor que o dinheiro pode comprar.

Entretanto, temos a chegada dos 120Hz aos modelos ‘budget’ do mercado, o que é sem dúvida uma excelente notícia. O que compensa um pouco a falta de fidelidade de cor e falta de brilho previamente mencionada. Ao fim ao cabo, temos de ter em conta a gama de preços aqui discutida.

Performance

Além do design, é imperativo termos uma performance do ‘bufo’ quando estamos a falar de portáteis para jogos! Isto não é mesmo novidade para ninguém… Por isso, foi com alguma surpresa que vi nas minhas mãos uma máquina bastante competente, capaz de correr todo e qualquer jogo.

Ou seja, o ASUS ROG Zephyrus G502 oferece exatamente o que promete ao utilizador! Dito isto, não espere jogar tudo no máximo, vai ter de sempre ou quase sempre dar uns toques na qualidade das texturas ou sombras.

Estamos a falar de jogos como Witcher 3 super fluídos com as definições gráficas bem lá em cima, Apex Legends com quase tudo no máximo, e Shadow of the Tomb Raider em High com algumas mexidas em algumas definições pouco importantes. Portanto, se por acaso é fã de jogos eSports como League of Legends, Fortnite, Overwatch, etc… Este menino papa estes jogos todos sem suar. GG Easy!

Ainda assim, nem tudo são rosas nesta análise!

Infelizmente, para conseguir tirar todo o sumo dos componentes, o ROG Zephyrus G502D leva o sistema de refrigeração ao extremo, e por isso, vai ter de se habituar a ventoinhas barulhentas, ou pelo menos a auscultadores de qualidade para esquecer que esse som existe à sua volta.

Além disto, é também boa ideia não jogar ao pé de familiares ou amigos sensíveis a toda esta barulheira, senão é bem provável que arranje problemas em casa.

Resultados Benchmark:

  • Cinebench CPU: 1656 pontos
  • 3DMark Fire Strike: 5631 pontos
  • 3DMark Time Spy: 4509 pontos
  • PC Mark 10: 3465 pontos
  • CrystalDiskMark (SSD): 1288 MB/s leitura; 982 MB/s escrita

Jogos:

  • Shadow of the Tomb Raider: 1080p high: 60fps; 1080p medium: 61 fps
  • Tom Clancy’s The Division 2: 1080p high: 61 fps; 1080p medium: 75 fps

Conclusão: Vale a pena comprar?

No geral, o ASUS ROG Zephyrus G502 é uma excelente máquina de jogos, que quase nos faz esquecer que é um portátil gaming. É um aparelho que nunca quis ser um PC topo de gama, conseguindo ainda assim passar por uma máquina bem mais cara do que aquilo que parece.

Por isso, se quer um portátil para jogos na sua vida, optar pelo Zephyrus não é uma má ideia. Recomendado!


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

 

Leia também

Ou veja mais notícias de Featured, Reviews

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Razer quer ajudar na luta ao Coronavírus! Você também pode ajudar

(Galaxy Note 20) Ecrã ‘Cascata’ com botões lá dentro!?

Seguinte