A AMD quer ajudar a NVIDIA e Intel… Mas não quer ajudar muito!

Caso não saiba, as novas placas da AMD trazem uma nova tecnologia bastante curiosa que permite ao processadores Ryzen 5000 ter acesso à totalidade da memória da placa gráfica. No entanto, na altura, ficou a sensação que seria algo exclusivo AMD, o que claro está, obrigaria os utilizadores a ter sempre um combo CPU + GPU da empresa.



Pois bem, isto seria bom para a AMD, mas também seria mau… Ao fim ao cabo, nem todos os consumidores querem ter tudo de uma só fabricante.

Por isso, tendo em conta que esta tecnologia (SAM – Smart Access Memory) é um ‘truque’ ou funcionalidade capaz de aumentar a performance em jogo em mais de 10%… Seria complicado para a AMD rivalizar com a NVIDIA, especialmente quando alguns dos potenciais consumidores já têm um PC montado com CPU Intel. E o vice-versa também pode acontecer, um consumidor com placa gráfica NVIDIA, que pode preferir optar por um CPU Intel, porque não pode tirar partido da nova tecnologia no mundo AMD.

Mas calma! Parece que a AMD tem todo o interesse em levar a tecnologia para as mãos das rivais. Por isso, até as está a ajudar… Mas também não as está a dar a papinha toda feita.

A AMD quer ajudar a NVIDIA e Intel… Mas não quer ajudar muito!

amd ajudar nvidia e

Portanto, caso não saiba, a tecnologia SAM é basicamente algo que tira partido da funcionalidade Base Address Register do standard PCIe. Ou seja, é algo que qualquer uma das fabricantes pode utilizar, visto estar na lista de especificações do standard.

O que faz tudo isto?

Muito resumidamente, permite ao CPU ir buscar informação diretamente à memória super rápida das placas gráficas. O que claro está, resulta num aumento de performance entre os 5 e 10%, consoante o jogo em causa.

Entretanto, a NVIDIA já veio a público dizer que já está a trabalhar na sua própria SAM, uma solução mais Universal mas igualmente poderosa. Mas que primeiro, é preciso que todos os fabricantes concordem alguns standards universais. Curiosamente, um representante da AMD já veio a público falar sobre a situação. Ora leia:

“Penso que os nossos rivais vão ter de trabalhar nas suas próprias drivers. Vão ter de falar com os seus parceiros fabricantes de motherboards, e trabalhar nos seus próprios chipets. Acho que vão ter algum trabalho pela frente. Mas para ser muito claro, o grupo Radeon está a trabalhar com a Intel para os ajudar nesta tarefa. E segundo o que sei, a equipa responsável pelos processadores Ryzen também está a trabalhar com a NVIDIA. Por isso, se quiserem levar a funcionalidade para os nossos produtos, têm o caminho aberto para tal.”

Aliás, eu espero que o façam! Afinal de contas, quem ganha são os jogadores.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Microsoft vai mesmo apostar no Surface Duo 2! Vale a pena?

Quando a Microsoft anunciou originalmente o seu Surface Duo, o mundo dos smartphones tremeu! Afinal de contas, a gigante Norte-Americana, que no passado até...

(Análise) Corsair M65 RGB Elite: Diferente do resto!

Já perdi a conta ao número de ratos gaming que me passaram pelas mãos, que na verdade, são todos farinha do mesmo caso... É...

Google Fotos: a novidade mais esperada desapareceu sem data!

Em 2019 na conferência da Google conhecemos uma novidade que ia chegar ao Google Fotos. Esta novidade chamava-se Colorize e utilizava a IA para...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!