Zelda: Breath of the Wild no PC na resolução 4K e a 60FPS!?

Zelda: Breath of the Wild no PC na resolução 4K e a 60FPS!? – O mercado de jogos está cheio de títulos exclusivos, criados apenas para fazer os fãs babarem-se de tal forma… Que a compra da consola propriamente dita tem de ser posta em cima da mesa!

Por exemplo, no lado da PlayStation 4 temos God of War. Similarmente, na Xbox One temos Gears of War. E finalmente, na Nintendo temos a saga Zelda!

No entanto, neste último exemplo, se tiver um PC mais ou menos potente… Pode ser que esteja com sorte!

Afinal de contas, vários jogadores ficaram completamente de boca aberta com Zelda: Breath of the Wild… Mas como não tinham a consola, e também não tinham grande vontade de a comprar, decidiram virar-se para outros métodos menos legais, para obter e jogar o título da Nintendo.

Para muitos destes jogadores, a solução foi o emulador CEMU, para conseguir jogar o jogo no PC.

Historicamente, este emulador sempre precisou de vários ‘add-ons’ para conseguir jogar de forma aceitável, Breath of the Wild… Até agora! Parece que com a última versão (CEMU 1.15.2), é perfeitamente possível correr o jogo a 60 FPS, e dependo da sua máquina, até atingir os 4K, para conseguir atingir visuais completamente inalcançáveis pela consola portátil da Nintendo.

Em suma, para atingir esta marca, irá necessitar de um bom PC! Mas para dizer a verdade, até há bem pouco tempo, correr este jogo a 30 FPS em Full HD, num bom PC era quase um milagre… Por isso, é fácil dizer que as coisas evoluíram a olhos vistos!


A Nintendo já está a trabalhar num novo ‘The Legend of Zelda’

The Legend of ZeldaDepois do sucesso de The Legend of Zelda: Breath of the Wild na Nintendo Switch, eis que vos trazemos notícias bem excitantes! Pois, parece que a Nintendo está à procura de um designer 3DCG, para trabalhar no desenvolvimento de um novo The Legend of Zelda.

Curiosamente, o anúncio pede um candidato que tenha um conhecimento muito aprofundado e que tenha muito interesse nos jogos The Legend of Zelda.

Saiba mais aqui.


Fonte