YouTube já tem função para acabar com os toques acidentais

O YouTube está atualmente a experimentar uma nova funcionalidade concebida para resolver um problema comum: toques acidentais. A funcionalidade, apropriadamente designada por Ecrã Bloqueado, elimina esses problemas ao desativar a introdução de toques enquanto está a ver um vídeo em ecrã inteiro. Esta funcionalidade está atualmente em fase de testes e só está disponível para subscritores Premium selecionados.

YouTube já tem função para acabar com os toques acidentais

A nova funcionalidade chamada Lock Screen está em testes até ao final de julho. Entretanto foi detetada pela primeira vez pelo site Cord Cutter News (via TechCrunch). Está acessível aos utilizadores Premium do YouTube em Android e iOS que tenham recebido um convite para participar.

Se for um subscritor Premium e tiver acesso à experiência, pode experimentá-la navegando até ao ícone da engrenagem no modo de ecrã inteiro. Depois selecione Lock Screen. Esta funcionalidade permite-lhe ver vídeos sem o risco de tocar acidentalmente no ecrã e pausar ou interromper a reprodução.

Esta nova funcionalidade pode ser bastante útil. Tudo porque ver vídeos em smartphones ou tablets pode ser frustrante devido a toques acidentais que pausam a reprodução. Isto também acontece frequentemente quando, por exemplo, uma criança utiliza o dispositivo para ver desenhos animados.

Isto é mais um exemplo de que o YouTube está a fazer esforços para incentivar mais utilizadores a subscrever os seus planos Premium, introduzindo funcionalidades exclusivas para subscritores pagos ou impondo certas restrições aos utilizadores gratuitos. Por exemplo, os utilizadores com bloqueadores de anúncios instalados estão limitados a ver apenas três vídeos.

Apesar de ter mais de 2 mil milhões de utilizadores mensais na plataforma, a base de subscritores Premium do YouTube é atualmente de 80 milhões. Com estas novas atualizações direcionadas para os subscritores pagos, a empresa-mãe do YouTube, a Google, pretende atrair mais utilizadores gratuitos para as vantagens das subscrições pagas.

Tendo em conta que os anúncios já são uma parte significativa da plataforma, não é de surpreender que o YouTube consiga atingir este objetivo e converter até os utilizadores gratuitos mais dedicados em subscritores pagos.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.