Xiaomi vai apostar forte nos 18 meses de garantia em todo o mundo

O fundador e CEO da Xiaomi, Lei Jun, relatou alguns planos muito interessantes num evento que decorreu na China. Como deve imaginar, foram abordados os grandes tópicos do momento. São eles o 5G, a inteligência artificial (IA) e a Internet das coisas (iOT). Em todos estes tópicos houve abordagens interessantes, apesar de existir uma questão que se destacou mais do que as outras. Claro que foram os 18 meses de garantia. Mas já lá vamos.

O nascimento da super-internet

Entre outras coisas, Lei Jun afirmou que o futuro da Internet será constituído pela união entre 5G + IA + IoT. É isto que vai formar a super-internet!

18 meses de garantia

A outra questão vai sem dúvida agradar à grande maioria dos consumidores. Falamos especificamente de mudar a validade da garantia. É verdade que cá em Portugal temos dois anos. No entanto lá fora, na maioria dos casos, são apenas 12 meses. Ora a Xiaomi quer dar a todos 18 meses.

Esta novidade até já foi implementada!

O Redmi Note 7 é o primeiro modelo Xiaomi a ter 18 meses de garantia em vez de 12 meses. A Xiaomi anunciou isto durante o lançamento do dispositivo em janeiro. Basicamente a ideia a transparecer é que a Xiaomi tem tanta confiança nos seus produtos que até oferece 18 meses. Isto sem nunca deixar esquecer a sólida construção deste smartphone.

É verdade que isto já foi revelado e praticamente oficializado. No entanto, esta novidade irá ser testada no mercado para ver como corre.

Lembramos que esta revelação inicialmente fez parte do “2019 Quality Service Year” da Xiaomi, que foi revelado durante a conferência de lançamento do Redmi, em janeiro.

Durante a conferência, o vice-presidente do Xiaomi Group e presidente do comité de qualidade, Yan Kesheng, referiu que a empresa não vai apenas prestar atenção à qualidade do produto, mas também a todo o ciclo de vida do produto. Destaca-se também a qualidade dos serviços prestado aos utilizadores, em particular.

Em suma, para cá não nos aquece nem arrefece. No entanto lá fora vai ser certamente bem aceite.