Xiaomi reinventa tecnologia que verifica impressões digitais no ecrã

O mercado atual de smartphones assiste a muitas modas. É a moda da monocelha, das câmaras triplas e até dos sensores de impressões digitais integrados no ecrã. De facto, esta última tendência está a chegar a cada vez mais smartphones. Ainda assim e apesar de todas as inovações está longe de ser perfeita. É para resolver este problema que a Xiaomi tem uma palavra a dizer.

Assim arregaçou as mangas e desenvolveu uma nova tecnologia de leitura de impressões digitais no ecrã!

A Xiaomi tem apostado muito na investigação e desenvolvimento e como tal os frutos já estão a ser colhidos. É que esta empresa anunciou uma nova tecnologia de leitura de impressões digitais no ecrã que resolve dois grandes problemas, melhorando a experiência de utilização.

Asim esta empresa revelou um novo sistema que permite aos utilizadores desbloquearem os seus dispositivos com um único toque.

Isto é algo difícil de concretizar com as tecnologias atuais. É que hoje em dia, com alguns equipamentos, é necessário passar o dedo várias vezes para desbloquear o smartphone. Agora, este problema já foi resolvido.

impressões digitais no ecrã

Uma nova área de leitura para as impressões digitais

Para além disso, esta empresa também aumentou a área de leitura que pode ser utilizada para o desbloqueio. Atualmente, esta tecnologia apenas funciona numa parte do ecrã. Com a nova solução da Xiaomi, esse tempo já era.

impressões digitais no ecrã

Apesar de ter revelado estas novidades, a Xiaomi não disse tudo!

É que não sabemos, por exemplo, que smartphones virão equipados com este novo sensor integrado no ecrã. De facto, mesmo sem revelação oficial, penso que não é muito difícil adivinharmos. Esta tecnologia deverá estrear-se no Xiaomi Mi 9.

Isto é sem dúvida uma boa notícia para quem está à espera deste smartphone. Aproveitando o mote, vamos olhar para alguns pontos fortes deste dispositivo.

As especificações do novo Xiaomi Mi 9

Os rumores falam de uma monocelha em forma de gota de água. Isto é aliás uma tendência atual e que deverá ser implementada em diversos smartphones.

O tamanho do ecrã vai situar-se nas 6.4 polegadas. Um ponto muito positivo é que o painel será AMOLED. Destaca-se ainda a proporção de 19:5:9. Este ecrã deverá suportar ainda a leitura de impressões digitais.

Chipset Snapdragon 855 mas sem 5G

Xiaomi Mi 9 vai apostar no chipset Snapdragon 855 de 7nm. Entretanto, não terá o modem X50 LTE que garante conetividade 5G. Ao invés disso, terá o modem X24 LTE.

Apesar do suporte muito positivo para a tecnologia de carregamento de 32W, o novo Xiaomi não vai permitir o carregamento sem fios.

Será que as câmaras vão impressionar?

Informações recentes revelaram que o Xiaomi Mi 9 será o primeiro smartphone da empresa a integrar câmaras traseiras triplas.

Em primeiro lugar os rumores confirmaram uma configuração da câmara tripla terá um sensor Sony IMX586 de 48 megapixéis como sensor primário.

A isto junta-se um sensor secundário de 12 megapixéis e uma câmara 3D ToF (Time of Flight).

Ao nível das selfies, ele possui uma câmara frontal IMX576 de 24 megapixéis.

Preços e lançamento

Xiaomi Mi 9 deverá ter um preço a rondar os 436 Euros para a variante inicial que apresenta 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento embutido. Este equipamento será lançado em Março.

No ano passado, a Xiaomi realizou um evento de lançamento no final de maio para anunciar a série Mi 8. Era por este motivo que se julgava que o Mi 9 surgisse na mesma altura.

Em suma, se o novo rumor estiver correcto e o Mi 9 for lançado em Março, então a Xiaomi poderá apresentar o Mi Mix 3 5G na feira tecnológica Mobile World Congress (MWC). Assim, já teremos de esperar pouco para saber mais.

Via

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário