Mi Watch

No início deste mês, a Xiaomi lançou o seu primeiro smartphone equipado com o WearOS, ou seja, o sistema operativo da Google para wearables. Logo na altura do lançamento, o Mi Watch conseguiu um grande feito. Ou seja, durante a venda do Double Eleven na China, esta empresa conseguiu 100 milhões de vendas em apenas nove horas. Agora o Xiaomi Mi Watch vai ficar ainda melhor!

Depois do lançamento eles começaram a receber muito feedback por parte dos utilizadores, o que levou um responsável da Xiaomi a afirmar que iriam ouvir as opiniões e melhorar a experiência de utilização.

Xiaomi Mi Watch vai

De facto, a Xiaomi já está pronta para lançar a primeira utilização OTA para o Mi Watch. Isto deverá ocorrer já no dia 3 de Dezembro.

Xiaomi Mi Watch vai ficar ainda melhor! Veja o que muda

Nesta atualização a Xiaomi vai otimizar diversas funcionalidades. Logo à partida será melhorado o primeiro emparelhamento. Ou seja, será ainda mais fácil integrar este wearable com os smartphones. Depois teremos melhorias no mercado das aplicações, notificações, interação com o método de entrada e informações climáticas.

Entretanto, para além do update para o Mi Watch, esta empresa vai lançar também a app  Xiaomi Wearable a 3 de dezembro, melhorando ainda mais a experiência do utilizador.

Xiaomi Mi Watch vai

Para este equipamento, a Xiaomi inspirou-se seriamente no Apple Watch. Claro que isto é mau para a Apple, mas talvez não tanto para os utilizadores. A aposta da Apple é um dos melhores equipamentos do mercado e como tal algo inspirado nele também deverá ser bom.

O smartwatch vem com um ecrã quadrado protegido por vidro de safira. O painel é AMOLED e tem 1,78 polegadas com 326 PPI. A parte traseira do dispositivo é feita de cerâmica.

Temos entretanto uma coroa à direita que pode ser usada para navegarmos pela interface do relógio. Além da coroa, está também presente um botão multiusos e um microfone no lado direito. À esquerda, está outro orifício para o microfone e ainda um altifalante. O Mi Watch possui um corpo em alumínio com acabamento fosco. Entretanto, possui curvas mais pronunciadas que o Apple Watch.

Na parte inferior, estão os pinos que permitem o carregamento e também o sensor de batimentos cardíacos.

Chegando à bracelete, a Xiaomi apostou em borracha de flúor de forma a serem antialérgicas e amigas da pele. Existem várias opções de cores, incluindo branco, azul, prata e preto.

Por dentro, o Xiaomi Mi Watch vem com o chipset Snapdragon Wear 3100 4G com quatro núcleos Cortex A7 que operam a 1.2GHz. A empresa diz que é o primeiro wearable do mundo com o Snapdragon 3100 4G, provavelmente porque os relógios Fossil Gen 5 com Snapdragon 3100 não tinham conetividade móvel.

Um dos destaques do Mi Smartwatch é a bateria. O relógio apresenta uma das maiores baterias já vistas num smartwatch com 570mAh de capacidade. Em comparação, dispositivos como o Huawei Watch GT 2 de 46 mm, o Galaxy Watch Active 2 (44 mm) ou mesmo o Apple Watch 5 têm apenas baterias de 455mAh, 340mAh e 296mAh, respectivamente. A empresa afirma que o Mi Watch pode funcionar durante 36 horas ou até dois dias com uma única carga.

Mi Watch

Ao nível da conectividade temos NFC, Bluetooth 4.2, Wi-Fi (n), GPS, um motor de vibração independente e um altifalante bastante grande.
Entretanto, este dispositivo suporta eSIM, o que garante que é possível ligar-se à Internet através de uma rede móvel, para além de fazer e receber chamadas de forma independente.

Entretanto e ao nível do sistema operativo, a Xiaomi adotou a plataforma WearOS da Google para o seu novo smartwatch. No entanto, terá por cima a interface MIUI for Watch. A empresa também vai disponibilizar diversos mostradores interessantes para este dispositivo.

Além das funcionalidades habituais encontradas nestes dispositivos, a aposta da Xiaomi suporta monitorização da frequência cardíaca, sensor de oxigénio no sangue, acompanhamento do sono e da energia corporal.

Alimentado pela plataforma WearOS, esta aposta da Xiaomi vem com sua própria loja de aplicações. Logo à partida estão disponíveis mais de 40 apps otimizadas para este dispositivo.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.