Xiaomi Mi 11 tem o melhor ecrã! Descubra se é verdade ou mito!

O Xiaomi Mi 11 é um equipamento que está a ser muito bem recebido ou não fosse o primeiro a integrar um chipset Snapdragon 888 e isto vai continuar assim ainda durante mais algumas semanas. Corre o MIUI 12.5 chega com um preço muito atrativo para o que oferece e é o que se pode chamar de verdadeiro topo de gama. Isto já para não falar do ecrã 2K com 120Hz do Xiaomi Mi 11. Mas há muitos mais atrativos neste equipamento.

Xiaomi Mi 11 tem o melhor ecrã! Descubra se é verdade ou mito!

Por exemplo foi descoberto que nas opções de programador é possível fazer com que os 120Hz se alarguem a todas as aplicações. Isto claro que resulta num melhor efeito visual. Ou seja, até mesmo as aplicações que não estão adaptadas vão correr a 120Hz. Mas como em tudo na vida há um senão. É que deste modo o equipamento vai consumir mais bateria.

Xiaomi Mi 11 ecrã

Mas afinal o Xiaomi Mi 11 tem ou não melhor ecrã do mercado?

Primeiro do que tudo vamos olhar para as especificações. O Xiaomi Mi 11 possui um ecrã AMOLED de 6,81 polegadas. De facto algumas das especificações anunciadas são melhores do que as que podem ser encontradas em qualquer smartphone lançado este ano. Este dispositivo normalmente usa cerca de 900 nits, mas tem um brilho máximo de 1.500. Nits.

Este valor é uma forma de medir o quão brilhante um ecrã pode ficar e esta medição significa que o Mi 11 pode produzir até 1.500 candelas (uma medida básica de intensidade luminosa) por metro quadrado. Isto é importante porque ecrãs com mais nits são mais fáceis de ver. Sobretudo em ambientes claros, como luz solar direta, do que ecrãs com um brilho mais baixo. O Mi 11 bate toda a concorrência. De facto, apenas o Samsung Galaxy Note 20 Ultra apresenta o mesmo nível de brilho máximo. Mas apesar do Note 20 Ultra anunciar a Xiaomi vence!

Xiaomi Mi 11 ecrã

Ganha no brilho!

É que o teste feito pela DisplayMate que é uma empresa que percebe muito bem destas coisas mostra que o Mi 11 acaba por vencer. O teste determinou que o Xiaomi Mi 11 tem um pico de brilho real de 1.771 nits. Já o Note 20 Ultra ficou pelos 1.609 nits.

Vence na taxa de amostragem do ecrã

Em termos de taxa de amostragem de toque, o Mi 11 também vence. Ele disponibiliza 480 Hz. Isto significa que o ecrã sensível ao toque procura qualquer toque no painel 480 vezes por segundo. Isto vence tudo. É que a maioria dos smartphones não disponibiliza uma taxa de amostragem de toque superior a 240 Hz. Até o iPhone 12 está preso a 120 Hz.

Xiaomi Mi 11 ecrã

Embora o brilho máximo e as taxas de amostragem de toque do Xiaomi Mi 11 sejam incomparáveis, estas funcionalidades não significam necessariamente o melhor ecrã. Não estamos sempre na praia para aproveitarmos o brilho máximo.

Para além disso embora a taxa de amostragem de toque deste smartphone sem carregador seja 480 Hz, isto não significa necessariamente que o smartphone vai responder duas a quatro vezes mais rapidamente do que outros equipamentos, pois isto também é determinado pela taxa de atualização.

Seja como for não há dúvidas que no papel este equipamento é sem dúvida o melhor do mundo.

O que acha disto? Conte-nos tudo nos comentários! Entretanto veja aqui a grande diferença para o modelo Pro.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Em destaque

Leia também