Windows 11: se tem um processador AMD diga adeus à velocidade!

São péssimas notícias, para não dizer terríveis, para quem tem um processador da AMD. É queos processadores AMD compatíveis com o Windows 11 têm três vezes mais latência de cache L3 com o novo sistema operativo. Tratando-se de latência quanto maior pior. Entretanto o novo sistema operativo também causa problemas nos melhores núcleos dos processadores AMD (UEFI CPPC2). Os dois melhores são aqueles que conseguem operar a velocidades maiores. O problema é que são os mais utilizados pelo novo sistema operativo e como tal ficam sobrecarregados, inclusivamente com tarefas leves que podiam ser executadas pelos núcleos mais eficientes em termos energéticos. Isto também significa que pode reduzir a autonomia nos portáteis que têm processadores AMD. Ou seja se tem um processador AMD a velocidade pode ser um problema no Windows 11!

Threadripper, Windows 11 velocidade AMD

Windows 11: se tem um processador AMD diga adeus à velocidade!

A AMD e a Microsoft fizeram esta descoberta em conjunto e calcularam o potencial impacto no desempenho das aplicações. Assim o aumento da latência na cache L3 afeta o desempenho das aplicações sensíveis ao desempenho da memória como refere o site Techpowerup. Para além disso, os jogos também ficam entre a 10 e 15% mais lentos. Por outras palavras se tem um processador AMD e vai fazer o upgrade para o Windows 11 então vai ficar com tudo mais lento.

Seja como for há uma boa notícia. É que isto poderá ser resolvido através de updates de software. Seja como for não se sabe quando é que vai chegar embora esteja um preparado ainda para este mês. Só não se sabe se já vai incluir esta correção.

Windows, teaser Windows 11, Windows 11 velocidade AMD

As coisas não estão fáceis para o Windows 11 e não é a primeira vez que se fala de lentidão.

O problema está numa função chamada Virtualization-Based Security (VBS) que está disponível desde o Windows 10. Na prática é um sistema de virtualização de software e hardware para melhorar a segurança. Ou seja, cria uma espécie de sistema isolado que previne que os vírus e outras ameaças que protege o computador.

Mas isto afeta todas as pessoas?

Bem, se atualizar do Windows 10 para o Windows 11 eventualmente não terá este sistema ativo e como tal os jogos não deverão sofrer com isso. A questão é mais para compra um computador novo que vem com o Windows 11 instalado.

Este sistema deixa os jogos no Windows 11 muito mais lentos?

Sem dúvida! A equipa da PC Gamer testou vários jogos em computadores com a função de segurança ativada e desativada. O que posso dizer é que o efeito é óbvio! Por exemplo, o Far Cry New Dawn teve perdas de frames na casa dos 5%. Entretanto no caso do Horizon Zero Dawn a situação foi pior. 25% de atraso.

Já em Metro Exodus a perda de frames situou-se nos 24% e no Tomb Rider 28%. Entretanto os testes com o 3D Mark falam apenas de perdas na casa dos 10%.

Mas antes da própria PC Gamer já se falava disto como refere o site GizChina. De facto, algumas pessoas já se tinham apercebido que depois de uma instalação limpa do Windows 11 a função VBS estava ativada. No entanto, quando se atualiza a partir do Windows 10 isto não acontecia.

Atenção que ativar o VBS não altera propriamente a velocidade do equipamento. Ou seja, as frequências da gráfica e do CPU são as mesmas. No entanto, existe um menor consumo de energia uma vez que nunca atingem valores tão altos.

É possível desativar-se isto mas claro que a segurança vai diminuir

Logo à partida na BIOS tem de se desativar o SVM.

Mas é preciso fazer mais do que isso.

Depois de darmos um clique na pesquisa escrevam turn windows e vai aparecer a opção Turn Windows features on or off. Do lado direito um clique em Open.

Windows 11 velocidade AMD

A seguir e na nova janela que abrir temos de desativar os seguintes componentes:

Windows Hypervisor Platform
Virtual Machine Platform
Microsoft Defender Application Guard

Mas há mais. A seguir na pesquisa temos de procurar por Core Isolation.

Windows 11 velocidade AMD

Depois é só desativar-se a opção Memory Integrity.

Como referi com isto vamos tornar o sistema menos seguro mas claramente mais rápido nos jogos.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados