Windows 11 vai mudar o acesso às apps mas só na Europa

O Windows está a alterar a forma como as aplicações podem aceder à sua conta Microsoft. Atualmente, quando o utilizador inicia sessão no Windows 11 ou 10 com a sua conta Microsoft, a maioria das aplicações utiliza automaticamente essa conta Microsoft para iniciar sessão na aplicação. A gigante da tecnologia pretende alterar este comportamento, permitindo-lhe recusar o acesso a contas Microsoft em aplicações instaladas. Vamos então olhar para a forma como o Windows 11 vai mudar o acesso às apps.

Windows 11 vai mudar o acesso às apps mas só na Europa

Conforme mencionado numa publicação de novembro de 2023, a Microsoft está a adaptar o Windows para se alinhar com a Lei dos Mercados Digitais da União Europeia (DMA). A partir do início de 2024, os utilizadores do Espaço Económico Europeu (EEE) irão notar alterações quando iniciarem sessão em aplicações no Windows 10 e no Windows 11.

Então, o que está a mudar? Quando, como utilizador baseado na Europa, iniciar sessão no Windows e abrir uma aplicação, aparecerá uma nova notificação. Esta notificação perguntará se pretende utilizar as mesmas credenciais de início de sessão para a aplicação que utilizou para o Windows. A notificação tem o título “Continuar a iniciar sessão?” e oferece duas opções – Não iniciar sessão e Continuar.

Conforme mostrado na captura de ecrã acima, pode permitir o acesso à sua conta Microsoft ou recusá-lo e, em seguida, escolher outra conta ou utilizar a aplicação sem iniciar sessão. Este pop-up aplica-se à primeira vez que abre uma aplicação que permite o início de sessão com uma conta Microsoft pessoal ou um ID após o início de sessão do Windows.

Depois de concordar em utilizar as mesmas credenciais, esta notificação não voltará a aparecer na maioria dos casos, mas existem algumas excepções.

Embora o pop-up apareça uma vez por dispositivo para cada utilizador, pode reaparecer. Mas isto apenas se não iniciar sessão no Windows durante 90 dias ou voltar a adicionar uma conta na cloud ao Windows.

Se decidir não utilizar as suas credenciais de início de sessão do Windows para a aplicação, pode introduzir credenciais diferentes. Se a aplicação o permitir, também pode optar por utilizá-la sem iniciar sessão.

A funcionalidade está a chegar em janeiro!

A Microsoft está a testar a funcionalidade no Windows 11 Build 22631.2787 ou mais recente no Release Preview Channel. Assim espera-se que as alterações sejam enviadas como parte de uma atualização opcional em janeiro ou fevereiro, antes de uma implementação mais ampla em março.

Para testar estas alterações, é necessário iniciar sessão no Windows utilizando uma conta Microsoft e, em seguida, abrir uma aplicação que suporte estes métodos de início de sessão.

Da mesma forma, a região do dispositivo tem de ser definida como um país do EEE para experimentar esta nova abordagem de início de sessão.

Também é importante notar que tanto o Windows 10 como o Windows 11 apresentarão esta alteração a partir de janeiro ou fevereiro de 2024. As versões do Windows Server não são afetadas.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.