Wear OS vai mudar, mas não é para todos…

Andamos há anos a dizer que a Google se deveria focar mais nos smartwatches, ao transformar o Wear OS num rival digno ao Apple Watch OS. Algo que aparentemente, vai mesmo acontecer. No entanto, se acha que todos os relógios do ecossistema vão receber a grande atualização… Está muito enganado!

Wear OS vai mudar, mas não é para todos…

Wear OS vai

Portanto, o Wear OS 3 é muito provavelmente a maior evolução de sempre dentro do ecossistema de relógios inteligentes Google. Naquilo que poderá finalmente transformar os relógios Wear OS, no melhor relógio possível e imaginário para os smartphones Android.

Um pouco aquilo que acontece com o iPhone, que tem o melhor parceiro no Apple Watch.

No entanto, se por acaso já tem um relógio Wear OS no bolso, é muito provável que vá ficar desiludido. Visto que até os modelos qualificados para a atualização, apenas a deverão receber na segunda metade de 2022. Ou seja, estamos na pior altura possível para comprar um smartwatch Wear OS… E não só, visto que comprar um Galaxy Watch também é uma má ideia.

Wear OS 3?

Portanto, a nova plataforma vai ser conhecida como Wear OS 3, sendo desenvolvida numa parceria com a Samsung. Aliás, os primeiros aparelhos baseados no Sistema Operativo deverão ser os novos Galaxy Watch 4, que serão anunciados já no próximo dia 11 de Agosto. (Ou seja, se quiser um relógio Wear OS ‘como deve de ser’, vai muito provavelmente ter de comprar um relógio da Samsung! Mas apenas os novos, porque os antigos também vão ficar em ‘banho maria’.)

Dito tudo isto, com a passagem para a versão 3.0, vamos ter algumas melhorias como tempos de loading reduzidos, melhor autonomia da bateria, Spotify Online, rastreamento de atividade tendo como base tecnologia da FitBit, uma app Maps dedicada, bem como outras melhorias debaixo do capô.

Então… Só a Samsung é que vai ter direito ao Wear OS 3? Aparentemente, por enquanto, sim!

Wear OS vai
Wear OS

O Wear OS não começou agora, existem centenas de aparelhos baseados no Sistema Operativo. Por isso, ter um sistema de exclusividade nas atualizações não me parece grande ideia… Sim, a Google explicou que já existem modelos certificados para receber a atualização. Mas esta irá acontecer apenas na segunda metade de 2022. Ou seja, enquanto a Samsung lança já os seus novos smartwatches com a atualização, quem tem um relógio recente Wear OS, vai ter de esperar 1 ano para receber o novo SO, o que é parvo.

Aliás, todos os relógios equipados com o SoC Snapdragon Wear 3100, ou mais velho, irão ficar para trás. Ou seja, 90% da atual user base.

A atual gama de smartwatches da Samsung também fica de fora!

Entretanto, se por acaso tem um Galaxy Watch, também não vai receber este novo sistema operativo. Ou seja, vai continuar ‘preso’ ao Tizen OS e One UI. O que claro está, faz com que comprar um relógio Wear OS, ou Galaxy Watch, seja um erro nos tempos que correm.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Semana brutal na Netflix! Viu os projetos que vão chegar?

De semana a semana, vamos recebendo novos projetos verdadeiramente brutais. Sendo que tal como na semana passada, também nesta teremos direito não só a...

Gmail para Android: não utilize mais sem fazer estas alterações!

O Gmail é sem dúvida das melhores plataformas de email. É fiável, tem uma grande capacidade de armazenamento e raramente falha. É por isso...

Utilizadores estão em choque! Netflix cancelou esta série!

O mundo dá muitas voltas num curto espaço de tempo, e a Netflix tanto é capaz de nos apresentar um par de projetos brutais...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!