Vodafone lança Indie World para os amantes de cinema independente

A Vodafone continua a surpreender na sua oferta de conteúdos exclusivos para televisão e acaba de lançar a aplicação interativa Indie World. Dedicada ao cinema independente, a app de TV apresenta dezenas de filmes, assinados por mais de 60 realizadores consagrados no mundo inteiro.

Os norte-americanos Spike Jonze, Tim Burton e “Benh” Zeitlin (autores que já venceram ou foram nomeados para os Óscares), o indiano Anurag Kashyap (habitué em festivais como o de Cannes ou o de Locarno e nomeado para um BAFTA), o brasileiro Roberto Berliner ou a mexicana Aurora Guerrero são alguns dos cineastas com obras presentes no catálogo desta aplicação, disponível na posição 107 da grelha de canais da TV da Vodafone.

Com um menu bastante intuitivo, os mais de 50 títulos – que se dividem entre curtas-metragens, longas, animação e documentários – estão agrupados por categorias, facilitando assim a pesquisa. São elas: Amores e Desamores, Aventuras e Desventuras, Condição Feminina, Juventude Inquieta, Maioridade, Pais e Filhos, Desenhos Animados, Se a Música Falasse, Se Não Vai a Bem… e Viagem ao Centro de Mim.

Renovado mensalmente com a entrada de novos filmes, a app de TV Indie World tem uma subscrição mensal de 4,99€ e promete fazer as delícias do público que gosta de descobrir filmografias fora do circuito comercial, que normalmente só são exibidas em festivais de cinema, e que mostram histórias, realidades e culturas dos cinco continentes.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Patricia Fonseca
Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Leia também