Afinal o cenário é ainda mais negro para a venda de PCs

O cenário já não se adivinhava famoso. No entanto, tudo acaba de ficar muito pior. É que o mercado de tablets e PCs está numa crise tão grave que a empresa de análise de mercado, IDC, reduziu a sua previsão de envios para distribuição em 2023 em 26 milhões. Ou seja, o cenário está mesmo negro para a venda de PCs.

Afinal o cenário é ainda mais negro para a venda de PCs

Assim a IDC prevê agora que 403,1 milhões de unidades serão distribuídas este ano em vez dos 429,5 milhões que previa no final de 2022. Espera-se entretanto que os Tablets representem 142,3 milhões destes envios.

Os números representam um declínio de 11,2 por cento em relação ao crescimento ano a ano de 2023. Declínio de 12 por cento para os tablets e 10,7 por cento para os PCs tradicionais.

Fonte: IDC

A IDC cita o declínio da procura e condições macroeconómicas desafiantes – como o impacto de um dólar americano forte no poder de compra global.

“Com os consumidores livres das medidas relativas ao COVID e as encomendas comerciais de PCs para o teletrabalho a terminarem, a segunda metade de 2022 já tinha revelado que estes equipamentos já não eram os mais procurados. Dito isto, 2023 será um período de compensação de inventário e de mudança de prioridades”, relatou a empresa.

pc

A nova previsão cai abaixo das vendas pré-pandémicas de 2019 de 410,8 milhões de unidades, quando 144,1 milhões de tablets e 266,7 milhões de PCs foram enviados para distribuição. Dito isto, se olharmos para esse ano percebemos que 2019 foi a primeira vez em sete anos que o mercado global de PCs experimentou crescimento. As empresas que precisavam de atualizar para o Windows 10 e isto levou a um pico nas vendas.

A IDC espera que o “fim” do Windows 10 volte a ajudar a impulsionar a recuperação da indústria em 2024 e 2025. Lembro que a Microsoft deverá reformar o suporte para este sistema operativo em Outubro de 2025. Assim isto levará como é lógico a atualizações.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados