Veículos elétricos são menos roubados que os outros por isto!

Logo a seguir à pandemia assistimos a aumento nos furtos de veículos. A escassez de componentes causada pelas paragens de fabrico durante a pandemia da COVID-19 resultou numa escassez de veículos novos disponíveis para venda. Isto talvez possa explicar algumas coisas. Mas existe uma coisa curiosa nisto. É que os veículos elétricos encontram-se entre os menos roubados comparativamente aos veículos a combustível. Mas o que têm estes veículos para não reunirem o interesse generalizado por parte dos ladrões?

Veículos elétricos são menos roubados que os outros por isto!

Os automóveis eléctricos têm-se revelado mais difíceis de roubar do que os seus irmãos movidos a combustão interna. Características avançadas como chaves digitais, câmaras integradas com um modo de vigilância e telemática sofisticada que liga o automóvel ao smartphone do proprietário tornam mais difícil para um ladrão entrar num VE, quanto mais pô-lo a trabalhar.

Para além disso muitos cabos de carregamento de veículos eléctricos nos terminais possuem um cadeado em ambos os pontos de ligação que exige que o proprietário o liberte através de um cartão, enquanto o corte de um cabo de carregamento representa uma ameaça real de morte por choque de alta tensão. Embora características como as chaves digitais não estejam isentas de riscos para os proprietários, a natureza conectada dos veículos eléctricos torna-os, literalmente, difíceis de vender para potenciais ladrões.

Entretanto sabia que muitos veículos roubados vão para o estrangeiro, inclusivamente para a África Ocidental. As infra-estruturas de carregamento de veículos eléctricos em África são escassas. Entretanto variam de região para região, o que faz com que seja um mercado menos do que ideal para veículos roubados alimentados por uma bateria. A oferta e a procura aplicam-se em todo o lado, mesmo no mercado negro.

Agora já sabe as razões para os carros elétricos serem menos roubados em relação aos outros a combustível.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados