A maluqueira da Black Friday já começou a alguns dias, e deverá terminar apenas no dia 2 de Dezembro. Dito isto, como deve imaginar, a principal regra é nada mais nada menos que comprar, comprar e comprar ao mesmo tempo que tenta poupar.

No entanto, é muito importante ter cuidado com os artigos que pretende adquirir, e sobretudo analisar bem os preços a tudo o que vai comprar nesta Black Friday. Afinal de contas, as burlas são algo cada vez mais real, mesmo nas grandes superfícies.

Sabe onde começou a Black Friday e qual é o seu principal objetivo?

Caso não saiba, esta tradição começou nos Estados Unidos da América graças a uma profunda crise financeira!

Então, duas personalidades de Wall Street (Jim Fisk e Jay Gould) planearam fazer uma jogada para comprar uma significativa quantidade de ouro (com vários investidores), para claro está, tentar que o preço da matéria prima subisse para posteriormente fazer algum lucro.

Pois… Mas no dia 24 de Setembro de 1869 (uma sexta-feira), um dia que ficou conhecido como a Black Friday, o mercado de ouro dos Estados Unidos sofreu um gigantesco crash, o que levou a um forte endividamento dos grandes figuras de Wall Street.

Apenas mais tarde, é que este termo ficou associado à Sexta Feira que tão bem conhecemos.

Assim, ao longo do tempo a corrida a estas promoções aumentou bastante, o que acabou por gerar alguma confusão. Por isso é que cada vez que aparecem noticias que houveram desacatos durante estes dias, é porque estas compras mais parecem uma batalha campal.

No entanto, tenha bastante cuidado! Porque para além deste problema, existe também um outro relacionado com burlas nos artigos em promoção na Black Friday. 

Segundo a Deco, o melhor a fazer nesta altura do ano é ir acompanhando os preços dos produtos que deseja comprar. Pelo menos com 3 meses de antecedência para perceber se existem realmente descontos que valham a pena.

Isto porque, caso não saiba, por vezes as lojas fazem questão de não fazer as promoções com 100% transparência. Ou seja, aumentam os preços antes da Black Friday, para quando o dia chegar fazer uma promoção e colocar o artigo ao mesmo preço que estava antes.

artigos Black Friday



Portanto, o concelho que lhe damos é que tenha bastante cuidado com tudo aquilo que vai comprar, e desta forma evitar todo o tipo de burlas. Porque apesar da Black Friday parecer algo inofensivo, fazer uma compra poderá ser algo perigoso.

Gostou do que leu? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. 

Fonte da Imagem

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.