O dispositivo de fitness premium da Xiaomi – a Mi Band 3 alcançou uma meta muito importante. Falamos concretamente de 1 milhão de Xiaomi Mi Band 3, apenas nos seis meses que passaram desde o lançamento. A acessibilidade e as funcionalidades premium são as principais razões para este elevado número de vendas.

Um milhão de Xiaomi Mi Band 3 vendidas é uma garantia de sucesso? 

De facto, o número de vendas indica a confiança que os utilizadores têm neste produto. Mas será que apesar de tanta procura estamos realmente perante um bom dispositivo?

Como uma pulseira fitness, a Mi Band 3 consegue fazer muito, mas mesmo muito! Consegue contar o seu gasto calórico, medir a sua frequência cardíaca ao longo do dia, monitorizar o seu sono, ou até servir como cronómetro entre sets no ginásio.

Além disto, pode ainda utilizar a aplicação no telemóvel, para decidir quando ou quantas vezes que que a pulseira meça a sua frequência cardíaca.

Mas claro que também precisa de ter em conta a bateria do aparelho, quanto mais medir, mais irá gastar! Dito isto, pode agora escolher entre os seguintes intervalos:

  • 1 minuto
  • 5 minutos
  • 10 minutos
  • 30 minutos

Funcionalidade muito bem-vinda, oferecendo uma informação significativamente mais detalhada ao utilizador. Pode até verificar como o seu coração se comporta durante o dia.

Curiosamente, é uma funcionalidade que várias pulseiras da concorrência não oferecem, apesar de serem muito mais caras.

A contagem de passos durante o dia é também bastante boa! Por isso o calculo de calorias é muito  razoável! Só não espere ter uma contagem super precisa se fizer 10min de bicicleta ou 45 min de musculação!

A monitorização de sono é básica, mas bastante precisa e automática! Irá receber o tempo total de sono, dividido entre sono leve e sono profundo.

Contudo pode ser o suficiente para mudar alguns hábitos na sua vida! Uma coisa é passar uma note mal dormida, outra é ver na aplicação que noite após noite, dorme um número extremamente reduzido de horas.

Depois, como pulseira ‘smart’, irá obter notificações de várias aplicações, chamadas e mensagens! Algo diferente da anterior Mi Band 2, é que agora irá conseguir ver todo o texto de cada mensagem ou e-mail que receber, além de que o nome completo da pessoa que está a ligar!

A parte frontal é feita de vidro curvo, a fazer lembrar os mais recentes Galaxy S, incluindo um ecrã OLED bem no meio do aparelho, criando a ilusão de ‘ecrã infinito’! Algo que parece ter sido uma aposta ganha, até porque este vidro dá uma boa sensação no toque e gestos necessários para percorrer o novo menu.

Vale a pena?

A Xiaomi Mi Band 3 é incrivelmente barata, e continuaria a ser uma boa compra se oferecesse apenas metade das funcionalidades que dispõe!

Claro que não é tão boa quanto algumas pulseiras fitness topo de gama, mas custa apenas uma fração do preço destas! E dito isto, é bem melhor que várias rivais bastante mais caras.

Em suma, esta não é a melhor pulseira fitness do mercado, nem é esse o objetivo da Xiaomi… Mas tendo em conta o preço, é simplesmente espetacular!

Entretanto, a Xiaomi já está a desenvolver também a Xaomi Mi Band 4. Deverá apostar no protocolo Bluetooth 5.0 LE em vez do Bluetooth 4.2 para maior eficiência.