Vamos fazer um teste. Todos os que, nos últimos 5 anos, sentiram vontade de comprar um jogo novo do Sonic, ponham as mãos no ar. Não é curiosidade, como com Sonic Generations. É genuíno desejo, como nos primeiros Sonic. Provavelmente as mãos seriam poucas. Contudo, e depois de Sonic Mania, acredito piamente que mais mãos se levantarão.

Sonic Mania, o regresso às origens

O primeiro ponto forte de Sonic Mania está na equipa por detrás do desenvolvimento. A Sonic Team passou as rédeas à Headcannon e à PagodaWest Games. Porquê? Basicamente, porque dentro desta equipa encontram-se Christian Whitehead e Simon Thomley. Para além de fãs confessos da mascote da Sega, já possuem trabalho na adaptação de Sonic 1 e Sonic 2 para smartphones.

Esta decisão foi defendida por Takashi Iizuka, director da Sonic Team, em entrevista. Afirma Takashi que Sonic Mania “é um projecto apaixonado, nascido do amor dos fãs pelos jogos de Sonic em 2D clássicos”.

Assim que, mais importante que este trabalho de adaptação, está a vontade de reinventar a jogabilidade clássica. Portanto, esqueçam o 3D e o grafismo dos Sonic mais recentes. Sonic Mania poderia muito bem passar por um jogo da velhinha MegaDrive – se a mesma aguentasse 60fps e gráficos em Full HD.

Por outro lado, o compositor da banda-sonora é Tee Lopes. Largamente desconhecido para a comunidade gamer no geral, verdade. Tee Lopes possui um canal de Youtube onde remistura temas clássicos de Sonic. Se não ouviram ainda, passem por lá que vale a pena.  É mais um fã da saga com a oportunidade de trabalhar directamente em Sonic Mania.

Gráficos e jogabilidade clássica, versão 2017

O mais recente vídeo de jogabilidade de Sonic Mania demonstra um bocado do nível Flying Battery. Se forem fanáticos por Sonic como eu, provavelmente ficaram de olhos a brilhar. É que não só teremos níveis novos – como Mirage Saloon ou Studiopolis, como também regressos de clássicos como Green Hill. À partida, podem parecer iguais, mas possuem alterações estratégicas.

Por exemplo, como em Sonic 3 & Knuckles, os níveis são divididos em duas fases. Cada fase possui uma estrutura diferente, tanto a nível gráfico como de jogabilidade. Por outro lado, foram criados novos caminhos e obstáculos nos níveis clássicos. Isto, para tipos que já os conhecem de cor e salteado.

As técnicas que Sonic utilizará mudaram também. De regresso estão as armaduras elementais de Sonic 3, bem como o Spin Dash, Spin Attack e Spin Jump normais. Contudo, é introduzido neste jogo a técnica Drop Dash. No fundo, permitirá que se lancem automaticamente num Spin Attack mal caiam no chão.

Ah, e já vos disse que poderão jogar também como Tails e Knuckles? Knuckles será apenas a solo, mas Tails estará também disponível para Multiplayer.

Datas de lançamento e plataformas

A grande questão é mesmo esta: quando é que podemos pôr as mãos em Sonic Mania? Segundo o site oficial do jogo, durante o verão deste ano.

A parte positiva é que estará disponível para todas as consolas. Nintendo Switch, Playstation 4, Xbox One e ainda para PC. Ainda não está prevista é nenhuma versão para portátil.

Conclusão?

Jogabilidade clássica, com sprites modernos. Criado por fãs de Sonic, apaixonados pela saga. A verdade é que estas afirmações são válidas. Mais – já servem para abrir bastante o apetite para o lançamento do jogo.

Porém, não sabemos nada sobre a duração do jogo, a sua dificuldade ou modos extra. Também não conhecemos a qualidade do jogo no seu todo. Nem tirar as dúvidas e perceber se não é apenas fruto do saudosismo.

A única coisa que sabemos é que Sonic Mania parece-nos obrigatório. E por aqui, de tudo faremos para o testar!

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.