Truly Wireless Mini Stealth: Auscultadores sem fios à prova de água (19€)


Por em

Hoje em dia, a maioria dos telemóveis topo de gama, e até alguns de média gama, começam a abandonar a clássica entrada para auscultadores de 3.5… O que no fundo, acaba por dificultar a vida de vários amantes de música! Que agora se encontram obrigados a encontrar uma boa solução para este ‘problema’.

Embora, o mercado já tenha várias soluções sem fios bastante apetecíveis, é também verdade que não é fácil encontrar um bom produto a um bom preço.

Depois também temos de ter em conta, todos os desportistas que adoram ouvir música enquanto treinam! Que além de precisarem de um aparelho que fique bem ‘agarrado’ à orelha, precisa ainda de algum tipo de resistência ao suor, para não ficar a treinar em silêncio após os primeiros minutos.

Pois bem, dito tudo isto, recebemos um produto para análise bastante interessante! Tem um design bastante apelativo, um som ‘decente’, e acima de tudo, um preço bombástico, a custar apenas cerca de 19€.

Sem mais demoras, vamos falar dos fones sem fios, Mini Stealth Stereo!


Design e Bateria

Truly Wireless Mini Stealth

Os pequenos fones têm um design bastante simples, mas extremamente funcional! Com a sua cor preta, e gancho da mesma cor para que não abane ou caia da orelha.

Além disto, possuem uma interface ’touch’, na qual poderá pausar/reproduzir, atender chamadas e mudar de música com 1 ou 2 toques no auricular do lado direito.

Como já mencionámos em cima, este produto não tem qualquer fio, funcionam apenas por Bluetooth. Num sistema, em que o auricular do lado esquerdo se liga ao telemóvel, e posteriormente o do lado direito se irá emparelhar com o do lado esquerdo.

Por isso, não irá ter de lidar com os clássicos fios dos auscultadores Bluetooth que precisam de se unir a um aparelho que serve de bateria e de receptor de sinal. (Sem dúvida um ponto extremamente positivo nestes ‘fones’.)

Bateria

Truly Wireless Mini Stealth

Por falar em bateria… Infelizmente, a autonomia deixa um pouco a desejar, conseguindo apenas cerca de 2h/2h30 de uso em cada carga… É preciso também salientar que a caixa de carregamento servo apenas para isso, e não irá carregar a bateria ‘on the go’, como os AirPods da Apple e outros rivais bastante mais caros.

No entanto, esta autonomia serve perfeitamente para uma ou duas sessões de treino. E o carregamento é extremamente rápido, demorando cerca de 1 hora a ficarem totalmente carregados.

O Som

Como deve de imaginar, a custar 19€, estes Mini Stealth Stereo não têm o melhor som do mundo…

É verdade, não têm! Contudo, o som continua a ser bastante decente para o seu preço. Com bons graves e um volume máximo bastante acima da média (Apesar de haver um certo nível onde irá acabar por notar alguma distorção).

Aliás, posso dizer que acabei por trocar uns fones sem fios que custaram na altura 40€. Por estes bem mais baratos, visto que o som é equiparável, mas o conforto é aqui MUITO maior, sem a preocupação dos fios.

Microfone

Estes Mini Stealth têm também um microfone, mas se fosse a si não contava atender muitas chamadas com eles.

Conclusão

Truly Wireless Mini Stealth

Se pretende uns auscultadores sem fios, baratos, mas bonitos e com alguma qualidade de som. Não precisa de procurar mais, tem aqui uma excelente solução!

Para dizer a verdade, quando os recebi para teste, não estava muito esperançoso… Mas conseguiram conquistar-me, e são agora os meus ‘daily driver’ para os treinos de ginásio diários. Se precisa de uns fones, mas não tem muito dinheiro, aconselho vivamente a experimentar estes Truly Wireless Mini Stealth Stereo.

Por isso, se estiver interessado, pode comprar aqui.

Se tiver medo de encomendar gadgets da China, poderá seguir o nosso guia para receber a encomenda em casa sem qualquer medo de alfândega.

Leia também

Ou veja mais notícias de Caça-promoções

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

Novas informações do Nokia 9 PureView chegam à Internet

Xiaomi Mi 9: o primeiro smartphone com chipset Snapdragon 8150?

Seguinte