Vale a pena ter um transmissor FM no seu carro? Como funciona!

Uma parte significativa dos condutores continua a ouvir estações de rádio, uma vez que aplicações como o Spotify ou o YouTube Music não conseguem convencer toda a gente de que vale a pena pagar uma taxa. No entanto a verdade é que estas plataformas continuam a conquistar cada vez mais utilizadores. Para além disso, a maioria dos condutores tem música no telemóvel que gostavam de ouvir enquanto conduzem. Mas como utilizar estas aplicações ou ouvir a música que tem no smartphone no seu carro, sobretudo quando tem um veículo sem bluetooth? Um transmissor FM no seu carro é a solução mais económica e resulta bem!

Vale a pena ter um transmissor FM no seu carro? Como funciona!

Os transmissores FM sem fios surgiram há quase 20 anos, mas a categoria tem estado praticamente adormecida depois de o Android Auto e o CarPlay terem sido mais amplamente adoptados. No entanto, os transmissores FM ainda existem hoje em dia, permitindo aos utilizadores ouvir as suas músicas sem gastar uma pequena fortuna na atualização.

- Advertisement -

O que é um transmissor FM?

Se não está familiarizado com o conceito, deixe-me explicar o que faz um transmissor FM. O dispositivo recebe o sinal de áudio do seu smartphone e envia-o para a unidade principal do automóvel através de Bluetooth ou de uma ligação com fios.

Tal como os transmissores FM para outros veículos, o dispositivo utiliza radiofrequência para efetuar o seu trabalho. Trata-se de um pequeno dispositivo que é alimentado pela porta de isqueiro do veículo e transmite o sinal de áudio que recebe do smartphone numa frequência específica.

Como funciona?

O dispositivo funciona ligando o seu dispositivo móvel com ou sem fios para receber o sinal de áudio. Pode ser qualquer coisa, desde música e podcasts, a espectáculos e áudio de vídeo.

Os modelos de nova geração ligam-se normalmente ao dispositivo móvel através de Bluetooth, para que possa transmitir o conteúdo sem fios. Quando a ligação estiver concluída, pode transmitir o que quiser para o transmissor FM, incluindo conteúdos do Spotify, YouTube Music ou outros serviços. Também pode transmitir música armazenada localmente, para que possa continuar a ouvir as suas músicas favoritas mesmo que não tenha uma ligação à Internet no automóvel.

O transmissor FM não se preocupa com o áudio, desde que este seja enviado através de uma ligação Bluetooth estabelecida.

Vale a pena ter um transmissor FM no seu carro? Como funciona!

O dispositivo começa a emitir numa frequência definida pelo utilizador e este deve configurar o sistema de rádio do automóvel para se ligar à mesma frequência. Se tudo funcionar corretamente, o utilizador deverá então ouvir a música que toca no telemóvel “na rádio”.

A qualidade do áudio não é a melhor e a estabilidade da ligação depende de uma série de factores, a começar pela frequência escolhida. Deve escolher sempre uma frequência disponível e evitar as utilizadas pelas estações de rádio. Caso contrário, pode acabar por perder o sinal, especialmente em zonas sem grandes edifícios à sua volta. As estações de rádio têm transmissores FM muito mais potentes que podem criar interferências no seu pequeno brinquedo.

A qualidade do áudio também depende do dispositivo em si, embora, por melhor que seja, nunca se equipare à qualidade de uma ligação Bluetooth direta ou de uma ligação com fios entre o telefone e a unidade principal. A transmissão FM tem limitações, mas se não se importar de ouvir um podcast em segundo plano enquanto conduz, um transmissor FM é a solução certa.

Quanto custa?

A maioria das pessoas escolhe os transmissores FM porque são fáceis de utilizar e não requerem instalação profissional. Basta ligar o aparelho à tomada do isqueiro e começar a emitir na frequência configurada.

Além disso, os transmissores FM são muito baratos, com modelos de marcas chinesas genéricas disponíveis por apenas alguns Euros. No entanto, nem sempre funcionam como esperado, por vezes perdem a ligação e oferecem uma qualidade de áudio horrível.

Os modelos mais premium são normalmente vendidos por 30 ou 40 Euros. O preço pode aumentar significativamente se estiver interessado em opções mais avançadas, como a integração de comandos de voz.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.