Toyota não desiste do motor a combustão! Porquê?

A Toyota é um nome extremamente curioso no mundo automóvel, porque até foi uma das primeiras marcas a apostar na eletrificação com o seu mítico Prius, porém, em boa verdade nunca teve grande fé no mundo dos automóveis 100% elétricos tendo como base uma bateria gigante, complexa, pesada e pouco duradoura. O que até faz algum sentido, visto que a Toyota é uma fabricante que ganhou nome com performance, design, mas também com a longevidade dos seus produtos.

A Toyota prefere ser a marca de confiança, em vez da marca conhecida por ir atrás das tendências de mercado. É exatamente por isso que continua a apostar em tecnologias alternativas como é o hidrogénio, bem como em combustíveis sintéticos, isto ao mesmo tempo que também desenvolve e lançar carros 100% elétricos, e claro, continua a apostar em motorizações híbridas cada vez mais eficientes.

Curiosamente, o foco da Toyota no motor a combustão de alta performance continua bem vivo, com a marca a vir afirmar publicamente que carro desportivo é carro a combustão, mas não necessariamente tendo como base gasóleo ou gasolina.

A solução para motores a combustão viáveis no futuro? O Hidrogénio!

Ao que tudo indica, o departamento de desempenho GR (Gazoo Racing) da Toyota tem o grande objetivo de utilizar o hidrogénio como combustível para os seus futuros modelos desportivos com motor a combustão.

Aliás, este tipo de solução não é usada no imediato devido à falta de soluções e à grande deficiência na infraestrutura que existe à volta do hidrogénio.

Divisão GR da Toyota conta 4 modelos distintos!

Com um passado ligado ao automobilismo, o departamento GR da Toyota, conta atualmente com quatro modelos à sua disposição, todos eles impulsionados apenas por um motor a gasolina.

Estamos a falar do Toyota GR Supra, o GR86, o famoso e fora de série GT Yaris e ainda o GR Corolla que está apenas disponível nos EUA.

Um fato curioso é que o primeiro Toyota GR 100% elétrico desportivo já foi revelado. Mas ainda apenas como carro conceito FT-Se. Sem a empresa a estabelecer um prazo para a chegada deste modelo e sem demonstrar qualquer plano para descontinuar os seus desportivos a gasolina.

Aliás, até Masahito Watanabe, gerente da GR, já informou que a eletrificação total não é de todo uma prioridade desta submarca da Toyota.

Toyota hidrogénio

Objetivo é de proporcionar o máximo de escolhas aos consumidores!

Estamos aqui a falar de garantir um vasto leque que vai contar em 2026 com 15 carros elétricos. Ao mesmo tempo que a Toyota vai manter um apoio forte na tecnologia híbrida. Ao mesmo tempo que mantém ofertas desportivas puras a combustão, cumprindo as normals de cada região.

Em suma, o potencial do hidrogénio é enorme e desempenha um papel importante na estratégia para o futuro da Toyota. Contudo, existe um problema comum ainda em muitos países, estamos a falar da infraestrutura insuficiente disponível. Algo que também aconteceu inicialmente com a estrutura necessária para os carros elétricos e que agora tem vindo a ser mais atualizada.

Ademais, o que pensa dos motores puros a combustão? Ainda sente que os carros desportivos deste género têm futuro? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Silvio José
Sempre gostei de tecnologia, e em tenra idade já sonhava em construir a minha Dream Machine. Alcançado esse sonho agora o objetivo é aprender mais e mais. A minha paixão em todo o tipo de tecnologia faz-me estar sempre alerta a todas as novidades.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.