Tomtom – de guia porta-a-porta a perita em trânsito


Por em

A TomTom foi pioneira global no lançamento de produtos de localização e navegação portátil, mercado em que continua a investir e a inovar. Porém, o avanço da tecnologia permitiu à marca dedicar-se a um novo serviço que se tem revelado, não só também ele pioneiro, como muito útil para os consumidores: os serviços de Trânsito.

Tudo começou com o lançamento do HD Traffic. Este serviço, que surgiu no mercado Português em 2009, oferece aos utilizadores de dispositivos da marca informações em tempo real acerca do estado do trânsito em toda a rede de estradas disponível.

O HD Traffic, actualmente denominado TomTom Traffic é globalmente gerado a partir de mais de 5.5 milhões de sistemas de navegação, mais de 80 milhões de equipamentos GSM e dados provenientes de entidades governamentais. De facto, os dados de GPS provêm tanto de dispositivos de utilizadores privados, como de frotas empresariais e aplicações móveis de navegação. Mais de 80 milhões de telemóveis Vodafone (só na Europa) fornecem também informações, bem como mais de 50 milhões de sistemas de navegação TomTom.

A informação proveniente destas fontes passa depois por algumas fases:

a)   Validação: onde existe uma combinação de mapas através da filtragem dos dados inválidos, através, por exemplo, pela comparação de diferentes fontes;

b)   Fusão: onde se realiza a fusão de todos os dados válidos um sistema de trânsito em tempo real para toda a rede rodoviária;

c)    Detecção: onde ocorre a geração de incidentes de trânsito para troços onde ocorrem atrasos significativos.

O HD Traffic pratica, assim, uma fusão complexa de diversas fontes de informação. A fusão do HD Traffic ocorre a cada trinta segundos para cada eixo de estrada em todos os países, e dele provêm 6 mil milhões de medidas de velocidade diárias, através de equipamentos TomTom conectados e não conectados, 6 triliões de medidas de velocidade registadas por condutores que percorreram 100 mil milhões de quilómetros. A cada hora, 12 milhões de quilómetros são percorridos por equipamentos TomTom conectados.

O histórico é feito com base em medições efectuadas pela base de dados de históricos de trânsito da TomTom, que contém 9 trilhões (9.000.000.000.000) de medições dos utilizadores, que conduziram 280 mil milhões (280.000.000.000) de quilómetros num total de tempo de condução de 700.000 anos. São acrescentados diariamente 7 mil milhões (7.000.000.000) de informações a esta base de dados. Todas estas medições, de histórico ou em tempo real, contribuem para o processo de fusão referido acima e para as informações de trânsito que são enviadas para os utilizadores do TomTom Traffic.

O HD Traffic foi o primeiro de uma gama de serviços que compõem os Serviços LIVE, que utilizam todos dados em tempo real para fornecer as melhores e mais actualizadas informações.

Assim, o serviço Radares de Trânsito móveis indica a localização de radares fixos e móveis para uma condução mais segura e descontraída. Já o serviço de TomTom Placed permite pesquisa local e actualizada sobre qualquer serviço nas redondezas, desde livrarias a farmácias.

Por outro lado, o serviço LIVE QuickGPSfix permite iniciar as viagens mais rapidamente, reduzindo o tempo necessário para localizar a posição GPS, e o serviço de meteorologia permite também receber as previsões meteorológicas mais recentes, de forma a ajudar a planear melhor as viagens e a conduzir de forma mais segura.

Os serviços LIVE, dos quais o HD Traffic faz parte, são actualizados a cada dois minutos em grande parte da Europa: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O serviço está também disponível em vários países do resto do mundo.

O HD Traffic foi considerado, em 2012, como a melhor solução, de acordo com um estudo do Centro Aeroespacial Alemão. De acordo com esta pesquisa independente, os equipamentos com HD Traffic permitem reduzir o tempo médio de condução em 13% e até 30% em áreas congestionadas. Isto traduz-se numa redução do tempo de viagem de 1 hora e 18 minutos.

Desta forma, a TomTom, que inicialmente guiava os seus utilizadores de um sítio a outro, fá-lo agora fornecendo informações que permitem encontrar a rota mais rápida e menos congestionada, dando azo um melhor planeamento de todas as viagens e uma condução mais segura.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

Conceptronic lança câmara de acção wireless de alta definição e à prova de água

Spectrum vai voltar na forma de teclado

Seguinte