TanvasTouch: tecnologia permite a ecrãs tácteis simular texturas e objectos


Por em

Tanvas, uma empresa que saiu de pesquisas avançadas nos laboratórios da escola de engenharia McCormick da Northwestern University, está a prometer mudar por completo o modo como nos relacionamos com os nossos ecrãs tácteis, ao introduzir a TanvasTouch, um sistema háptico programável.

A vibração é, actualmente, o único feedback que os ecrãs touch nos fornecem. Mas e se pudéssemos fazer muito mais? E se estes ecrãs pudessem facilmente reagir ao toque com uma reacção bidireccional que simulasse tecidos e outras texturas, em contextos de realidade aumentada ou jogos?

É o que a Tanvas promete. Olhando para os ecrãs tácteis nos nossos tablets, computadores e smartphones, existe entre os nossos dedos e o ecrã uma atracção electrostática. A Tanvas tem estudado esta relação e procurado desenvolver métodos para alterar em tempo real a atracção electrostática entre um dedo e uma superfície, modulando esta força de forma a criar alterações de fricção entre as duas superfícies.

Os cientistas da Tanvas querem reduzir ao máximo a capacidade de reacção dos ecrãs para melhor se adequarem à posição e movimentos do dedo, única forma de realmente se implementarem texturas em tempo real. No vídeo seguinte ficamos com uma excelente ideia de como a tecnologia já consegue alterar visivelmente a fricção entre um dedo e um ecrã.

A tecnologia encontra-se hoje em demonstração na CES de Las Vegas, mas amanhã poderá estar no nosso smartphone e poderemos estar a sentir debaixo dos dedos a textura de um tecido antes de comprarmos uma peça de roupa online, ou as texturas de uma superfície enquanto navegamos num jogo,.

Leia também

Ou veja mais notícias de outros

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Se tem $25.000 o projector 4K Sony VPL-VZ1000ES é um sonho tornado realidade

Olá Nokia: Nokia 6 marca estreia da Nokia nos smartphones Android

Seguinte