Cyanogenmod

Adeus CyanogenMod, foi bom enquanto durou: Cyanogen encerra serviços

Aconteceu e já não era totalmente inesperado: a Cyanogen Inc. cortou definitivamente a linha vital da CyanogenMod. Num anúncio no seu blogue, a empresa é peremptória: os serviços Cyanogen encerram-se a 31 de Dezembro. O código fonte, esse, continuará aberto para quem quiser continuar a desenvolvê-lo. Quando …

Leia maisAdeus CyanogenMod, foi bom enquanto durou: Cyanogen encerra serviços

Primeiras impressões: BQ Aquaris X5 Cyanogen

Na Leak, aguardamos ansiosamente o BQ Aquaris X5 desde que o vimos pela primeira vez em Madrid, no passado mês de Outubro. O novo dispositivo da tecnológica Espanhola deve muito ao M5, mas apresenta um desenho externo completamente repensado, com um perfil muito elegante e fino, graças à primeira incursão da BQ na construção de dispositivos móveis em metal. O factor de forma da BQ sempre foi próprio e identificável, mas poderíamos discutir que a simplicidade dos contornos rectilíneos não transmitia a imagem de prestígio estilístico que muitos utilizadores procuram.

O grande diferenciador do BQ Aquaris X5 Cyanogen.
O grande diferenciador do BQ Aquaris X5 Cyanogen.

A BQ avançou portanto para uma nova abordagem na construção, optando desta vez por metal, onde até então tinha usado policarbonatos de alta qualidade, e com isso foi capaz de desenhar um dispositivo de curvas fluídas dinâmicas e contornos mais esbeltos. Quando pegamos no X5, apercebe-mo-nos como o alumínio lhe confere uma solidez apreciável quando o temos na mão. Os BQ sempre tiveram aquela construção apertada de componentes bem ajustados sem espaço para movimentos ou distorções a um aperto mais forte ou safanão, mas ainda assim o metal é outra coisa.

Com as suas curvas, o Aquaris X5 aproxima-se algo daquilo que estamos habituados a ver noutras marcas, com alguma reminiscência da grande maçã, mas a verdade é que podemos ver muito facilmente o pedrigree do X5. Tal como a série Aquaris M, encontramos o rebordo entre as laterais e a traseira, e as próprias laterais, mais estreitas junto ao ecrã que junto à base, conferem-lhe o perfil trapezoidal, quando visto de lado, que esperamos encontrar num BQ.

De resto, o BQ Aquaris X5 inclui praticamente tudo o que gostamos na série M, incluindo a luz de notificação que duplica como flash frontal, uma raridade na sua classe de preço, a certificação Dolby Atmos e as teclas capacitativas abaixo do ecrã. A grande mudança é aqui estilística, com as três teclas normais substituídas por pontos nas laterais e pelo novo logótipo da BQ, os cinco pontos representativos dos cinco dedos da mão. Portanto, consegue-se um desenho renovado, prestigiante, sem perder a identidade e com um olho bem colocado no branding.

O que dizer quanto ao Cyanogen?

O Cyanogen permite grandes ajustes como a organização vertical dos ícones.
O Cyanogen permite grandes ajustes como a organização vertical dos ícones.

A BQ começa a ter uma tradição única no mercado, ao oferecer opções com diversos sistemas operativos. Embora o seu núcleo duro seja o Android, a BQ apostou também no Ubuntu com o BQ Aquaris E5 Ubuntu Edition, e no Android One, e agora introduz o Cyanogen na Europa. Na sua essência, o Cyanogen continua a ser o Android, e por isso continuaremos a ter acesso à totalidade dos serviços Google, incluindo a Play Store, enquanto as apps restantes correrão normalmente, sem problemas.

Características incontornáveis do Cyanogen OS são a sua leveza e operação desprovida de aplicações de utilidade dúbia. Chapéu tirado à BQ neste ponto, por ser das poucas marcas que agarra um SO limpo e não lhe acrescenta toneladas de bricabraque.

A novidade mais visível na Cyanogen OS 12 é a aplicação Temas, que permite configurar a interface do telemóvel de modo bastante alargado, mas encontramos também a app AudioFX, com predefinições para diversos estilos de música e margem de manobra para ajustarmos finamente o som do dispositivo. Outra novidade é a saída da app de e-mail da Google, trocada por um fornecida pela Boxer, e integrando e-mail, calendário, armazenamento na nuvem e redes sociais ou serviços de notas.

O BQ Aquaris X5 apresenta linhas de metal bastante fluídas.
O BQ Aquaris X5 apresenta linhas de metal bastante fluídas.

Mas existem ainda muitas outras opções absolutamente ausentes do Android stock. Por exemplo, a configuração de quantos graus podemos rodar o ecrã, tornando o Aquaris X5 Cyanogen funcional mesmo de pernas para o ar. Ou podemos alterar a densidade de pixéis padrão para tornar os ícones maiores ou mais pequenos, ver a lista de números bloqueados, ou determinar as aplicações com acesso de utilizador.

Portanto, o Cyanogen OS traz-nos algumas funções ausentes do Android stock que permitem uma configuração muito mais pessoal do nosso dispositivo. A importância de termos finalmente um smartphone vendido na Europa com este sistema operativo reside na possibilidade de acedermos a uma alternativa ao Android padrão, sem abdicarmos das suas principais vantagens, nem arriscarmos instalar uma ROM que invalide a garantia do dispositivo.

Iremos certamente prestar grande atenção aos pontos fundamentais do Cyanogen no BQ Aquaris X5.

Expectativas

A câmara do BQ Aquaris X5 parece bastante promissora.
A câmara do BQ Aquaris X5 parece bastante promissora.

O BQ Aquaris X5 Cyanogen está disponível através da própria BQ por um preço de €239,90, o que o coloca claramente num segmento de entrada de gama mas, bem fiel à tradição da BQ de oferecer bom desempenho por preços razoáveis, o X5 traz-nos um Qualcomm Snapdragon 412 a 1.4GHz, com 2GB de RAM e 16GB de armazenamento expansível, o que representa um bom potencial de desempenho. Outras características desde já muito interessantes são o ecrã de 5 polegadas HD, a câmara de 13MP com um sensor Sony IMX214 que tem dado excelentes resultados, a capacidade 4G e a bateria bastante generosa de 2900mAh.

Portanto, estamos perante um dispositivo bastante completo, com poucas ausências em termos de funções, que parece oferecer uma excelente relação qualidade-preço e coloca o dispositivo Espanhol numa posição excelente para enfrentar concorrentes como o Alcatel One Touch Idol 3 ou o Morotola Moto G, com muitos argumentos a seu favor.

Na Leak, estamos a estudar este excelente smartphone e esperamos muito em breve fazer uma análise bem mais detalhada de tudo aquilo que ele será capaz de oferecer.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.