Surpresa! Xiaomi Mi 11 Ultra tem uma parte da Xiaomi Mi Band 5!

Por vezes existem factos curiosos que desconhecemos de todo e este é um deles. Recentemente a Xiaomi apresentou ao mundo mais equipamentos da gama Xiaomi Mi 11, com o grande destaque a ir para a versão Ultra. Agora eis que graças a um responsável da Xiaomi ficámos a saber que o Xiaomi Mi 11 Ultra tem uma parte da Xiaomi Mi Band 5.

Surpresa! Xiaomi Mi 11 Ultra tem uma parte da Xiaomi Mi Band 5!

Para além de um ecrã frontal todo poderoso, o Xiaomi Mi 11 Ultra possui um ecrã secundário na parte traseira. É um ecrã de 1.1 polegadas que pode disponibilizar muitas informações. Dá uma grande ajuda para tirar selfies e pode ainda mostrar o tempo, meteorologia, animações, temas, notificações, mensagens e muito mais. Este ecrã, mesmo quando o smartphone tem 10% de bateria, é capaz de funcionar durante 55 horas.

Mi 11 Mi Band

Ora num live feito pelo CEO da Xiaomi, Lei Jun, ele revelou que o ecrã traseiro do Xiaomi Mi 11 Ultra é igual ao da Xiaomi Mi Band 5.

Lembro que a Xiaomi Mi Band 5 vem com um ecrã AMOLED de 1.1 polegadas. Tem um ecrã 20% melhor comparativamente à versão anterior.

Mi 11 Mi Band

A Xiaomi apresentou o Mi 11 Ultra na semana passada. Este smartphone apresentou proteção contra poeiras e salpicos de acordo com a certificação IP68. Ou seja, nesse campo estamos conversados. Para além disso, a Xiaomi orgulha-se de ele ter um dos melhores ecrãs do mercado e um hardware poderoso. Para além disso é protegido pelo melhor vidro do mercado, Gorilla Glass Victus. Ainda assim talvez seja boa ideia não deixar o Xiaomi Mi 11 Ultra no bolso traseiro das calças.

Não deixe este smartphone no bolso das calças!

Mi 11 Mi Band

Parece que esta durabilidade e resistência não se aplica ao painel traseiro. O Xiaomi Mi 11 Ultra que já está a venda na China portou-se muito mal neste campo. Assim um entusiasta tentou dobrar o equipamento e as coisas correram muito mal. Aliás, muito mal mesmo. A julgar pela foto ele dobra e dobra bem. Até parece que tem uma mola e que foi feito para isso, só que não.

Felizmente na China e ao abrigo da garantia MiCare (uma espécie de Apple Plan) é possível reparar o ecrã duas vezes e outros elementos do Xiaomi Mi 11 Ultra. É algo muito bom, uma vez que caso contrário seria necessário pagar cerca de 150 euros pelo ecrã e 300 pela motherboard como refere o site GizChina.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também