O SSD mais lento é superior ao HDD mais rápido?

Sim, e não! Afinal, nem todos os SSDs são iguais. Aliás, a única maneira em que isto é sempre verdade, é no tempo de resposta (latência), em que qualquer SSD vai ser sempre muitíssimo mais rápido relativamente a qualquer drive mecânica HDD. Afinal, o tempo de resposta, até do melhor HDD, vai andar à volta dos 5ms. Isto enquanto até nos SSDs mais antigos, esta métrica fica pelos 250us.

Dito tudo isto, o tempo de resposta não é assim tão importante como poderá pensar para o utilizador mais comum, por isso vale o que vale.

Vamos por partes, de forma a explorar um pouco mais este assunto.

SSD vs HDD

Antes de mais nada, é preciso ter em conta que da mesma forma que existem vários tipos de HDDs, também existem muitos tipos de SSDs. Mas vamos generalizar um pouco as coisas para ser mais fácil explicar.

É normal para um SSD, especialmente os mais baratos, ter uma performance de escrita “má”. Especialmente quando falamos de ficheiros de grandes dimensões, ou quando a memória está a ficar muito perto dos 100%.

Dito isto, a grande maioria dos SSDs populares do mercado têm duas fases:

Boas velocidades de leitura, mas uma performance de escrita um pouco menos estável. Tudo devido à forma como todo o sistema de armazenamento funciona. (Em suma, normalmente, um SSD é muito rápido enquanto tem cache disponível. Depois pode baixar a velocidade de escrita para níveis idênticos, ou até mais baixos que alguns HDDs).

Muito resumidamente, um HDD não tem duas personalidades, oferece sempre a mesma velocidade de escrita ou de leitura. Sendo muito mais focado na densidade de armazenamento. Ou seja, apostam mais em ter espaço de armazenamento, em vez de oferecer velocidade pura e dura. O que nem sempre significa que sejam mais lentos que alguns SSDs do mercado.

Curiosamente, apesar das suas limitações, na parte dos SSDs, é um sistema que funciona muito bem! Porque claro está, se encaixa perfeitamente na forma como a grande maioria dos consumidores usa o seu armazenamento.

Conclusão

Em suma, SSDs ‘como deve de ser’, com memória SLC/TLC, cache DRAM, e refrigeração decente, vão ser sempre mais rápidos que qualquer HDD do mercado. Mas lá está, nem todos os SSDs são feitos da mesma forma, e por isso, nem todos os modelos oferecem todas as funcionalidades possíveis e imaginárias.

Temos SSDs com memória QLC que apostam mais no espaço disponível, e menos na velocidade. (Continuam muito mais rápidos no acesso à informação relativamente a um HDD). Temos SSDs com cache DRAM, que são super rápidos enquanto têm DRAM disponível! Mas quando esta termina, apresentam taxas de transferência muito mais baixas. Etc…

Curiosamente, como pode ver pelos links em cima, em que a WD e Samsung foram apanhadas a trocar componentes, que por sua vez baixaram a performance de alguns SSDs… Com a crise de prodição de componentes, as fabricantes de armazenamento SSD estão a apostar mais na densidade e menos na velocidade de leitura ou de escrita de dados. Por serem drives menos complexas, e por isso mais baratas.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados