Spectre está de volta! Vulnerabilidade teima em ‘morrer’



Ainda se lembra das vulnerabilidades Spectre e Meltdown que tantas dores de cabeça deram à Intel e AMD (na verdade, mais à Intel)? Tudo devido à queda na performance de vários modelos de processadores na altura? Pois bem, investigadores da Universidade da Virginia, California e San Diego descobriram três novas variantes Spectre! Que para serem anuladas ou mitigadas... Irão custar muita e boa performance aos utilizadores.

No entanto, como o seu aproveitamento no lado do atacante é tão complexo. É provável que não seja necessário corrigir o problema.



Spectre está de volta! Vulnerabilidade teima em ‘morrer’

spectre está

Portanto, as novas vulnerabilidades estão presentes na cache micro-op, uma parte integral de todos os processadores AMD desde 2017 e processadores Intel desde 2011. É uma funcionalidade que basicamente aumenta a performance do CPU, ao armazenar vários tipos de instruções de baixo nível.

O defeito foi descoberto agora, porque tanto a Intel como a AMD não gostam de oferecer documentação detalhada. Especialmente quando estamos a falar de algo tão importante e específico acerca dos seus processadores.

No entanto, para existir um aproveitamento real destas especificidades do sistema, é necessário ter um acesso ao sistema de alto nível. Por isso pode respirar de alívio. Aliás, ao que tudo indica, nem a AMD, nem a Intel estão a desenvolver correções para estas novas vulnerabilidades.


Nem com descontos a Intel se consegue safar contra a AMD

Não é novidade para ninguém que a AMD está agora na mó de cima, com a Intel a correr atrás do prejuízo. Aliás, estamos numa altura do campeonato, em que a Intel até foi a última fabricante a lançar novos produtos! Entretanto já lhes baixou os preços, e nem assim foi capaz de criar o mínimo impacto no mercado.

Portanto, mesmo depois de uma queda de preços nos recentes Intel Core 11000. A AMD continua a dominar a tabela de produtos mais vendidos da gigante Amazon.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.



mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Em destaque

Leia também