Inicio Android Sony vive tempos difíceis com os Xperia. Os colaboradores também!

Sony vive tempos difíceis com os Xperia. Os colaboradores também!

É uma época estranha para a Sony que por um lado sorri, por outro, vive tempos difíceis. A PlayStation 4 está prestes a atingir 100 milhões em vendas. No entanto, a força de trabalho ligada aos dispositivos móveis vai ser cortada pela metade até 2020, pois só conseguiu vender 6,5 milhões de unidades Xperia no ano fiscal de 2018, contra 13,5 milhões no mesmo período em 2017.

O mercado de smartphones é altamente competitivo. A menos que se trate de uma Huawei, Samsung, OnePlus ou até mesmo a Xiaomi, as hipóteses de sobrevivência são muito baixas. 

É preciso, por vezes, batalhar muito para se conseguir pouco. Pode ser por isso que a Sony vive tempos difíceis.

Sony vive

Isto torna-se especialmente verdade quando, embora não pareça, o mercado sofre uma das piores recessões enfrentadas pela indústria global de smartphones. De facto e segundo a IDC, os envios mundiais para distribuição devem ficar à volta dos 1,3 mil milhões de unidades. Este é um declínio pelo terceiro ano consecutivo.

Influenciada por isto foi revelado no mais recente relatório de lucros que a Sony vive tempos difíceis nos dispositivos móveis. 

Dito de outro modo, teve uma “queda significativa nas vendas de smartphones”.

Sony vive

Para evitar mais danos, a empresa vai apostar no downsizing. Assim, em março de 2020, a Sony terá 2.000 cortes de postos de trabalho entre os 4.000 funcionários desta divisão de dispositivos móveis. No entanto, alguns dos colaboradores afetados pela re-estruturação serão transferidos para outras divisões. Isto caso trabalhem no Japão. Quem está na Europa e na China terão direito a “reforma” voluntária.

É verdade que a gama de smartphones Xperia, da Sony, tem um nicho de seguidores. No entanto, a lealdade à marca não é suficiente para manter viável o negócio de dispositivos móveis.

Agora teremos de aguardar para ver como correm as coisas.

No entanto, se esta tendência continuar, a Sony pode acabar por vender a sua divisão de dispositivos móveis como fez com o negócio dos PCs, a VAIO há alguns anos. Também a pode encerrar completamente, uma vez que é o único segmento que está a dar prejuízo a esta empresa. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Samsung lidera nos smartphones, Xiaomi cresce e Huawei cai

A pandemia de COVID-19 levou a um forte declínio no mercado de smartphones este ano. No entanto, no terceiro trimestre de 2020, começámos a...

Samsung Galaxy Z Fold 3 chega com o mesmo preço do Fold 2!

Há uma semana falou-se que a Samsung tinha confirmado o lançamento do Galaxy Z Fold 3 em Junho de 2021. Depois foi dito que...

Wear OS: tenha muito cuidado com o update do Google Fit!

O último update do Google Fit trouxe uma grande alteração ao nível da interface há algumas semanas. Para além disso, tivemos direito a funcionalidades...

(Promoções Xiaomi) A Cyber Monday já chegou à Mi Store!

É fã de produtos Xiaomi mas não comprou nada durante a 'Black Friday'? Pois bem, tem agora uma segunda oportunidade! Afinal de contas, as...

(Especial) Smartphone novo = câmeras novas? Acabou a inovação?

(Especial) Smartphone novo = câmeras novas? Acabou a inovação? - Se por acaso tem um iPhone Xs ou 11 Pro no bolso, é provável...