Sony não quer mesmo lançar exclusivos no PS+. Um erro?

A revolução feita ao serviço PlayStation Plus, que o dividiu em categorias diferentes, mais funcionalidades e ofertas, teve como principal objetivo tornar o serviço de subscrição mais apelativo face ao que a Microsoft tem para oferecer no Xbox Game Pass.

No entanto, apesar de muitas melhorias, a Sony optou por não “imitar” a rival em todos os campos, ao fugir daquela que é muito provavelmente uma das grandes vantagens do serviço nas consolas Xbox e computadores Windows.

Afinal, enquanto a Microsoft disponibiliza os seus mais recentes exclusivos, no dia do seu lançamento, de borla, a Sony acha que isso é uma ideia que não faz o menor sentido. Se os subscritores quiserem o mais recente God of War, ou Spider-Man, têm de o pagar, tal e qual como qualquer outro jogador.

Uma mentalidade que desapontou vários fãs, mas que mesmo após todas as críticas, parece ser a estratégia a longo prazo da Sony.

Sony não quer mesmo lançar exclusivos no PS+. É um erro?

ps5

- Advertisement -

Portanto, numa recente conversa no GI Live: London, Shuhei Yoshida da Sony discutiu um pouco a forma de agir da empresa nipónica no mercado Global, especialmente no campo dos lançamentos de jogos exclusivos AAA. Afirmando que muitos dos exclusivos chave da Sony vão mesmo chegar ao serviço de subscrição da gigante dos videojogos, mas, muito provavelmente, nunca vão chegar à plataforma no seu dia de lançamento. Ora leia:

“Nós acreditamos que temos de aproveitar as categorias mais altas do PS Plus para ajudar os developers, incluindo os mais premium. Por isso, faz todo o sentido incluir um jogo exclusivo de grande peso, 3 meses, 6 meses, ou 1 ano depois do seu lançamento. Mais concretamente na altura em que as vendas começam a cair. É uma estratégia que podemos afinar, caso exista um DLC a caminho, ou uma sequela.”

O PS Plus faz parte de um ecossistema, e por isso mesmo, a Sony tenciona aproveitá-lo para dar mais força a outras partes do todo.

Isto contrasta, e bem, com a atual estratégia da Microsoft, que essencialmente se centra na subscrição, e cresce a partir daí.

Então e Stray?

Caso não saiba, o ainda recente Stray foi lançado no PS Plus Extra no dia do seu lançamento!

Não é um jogo AAA, nem sequer é um exclusivo Sony, mas foi uma óbvia tentativa de perceber o impacto que este lançamento poderia ter no ecossistema. Especialmente na categoria “do meio” do novo pacote.

Ou seja, a estratégia da Sony é aquela que todos nós sabemos. Mas enquanto a porta está fechada para os exclusivos, temos uma janela aberta para o lançamento de mais jogos na subscrição, no mesmo dia em que chegam ao mercado.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? É esta a estratégia que quer ver no lado da Sony? Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.