Sony desenvolveu um sensor de 48 megapixéis para smartphones


Por em

A Sony é, indiscutivelmente, o player mais importante no campo das câmaras para smartphones, já que produz sensores que são utilizados em vários dispositivos em todo o mundo. Agora, esta empresa revelou o sensor IMX586, que tem como objetivo garantir fotos com uma resolução super-alta enquanto aumenta drasticamente o desempenho em pouca luz.

Para começar, o IMX586 tem uma resolução efetiva de 48MP, superando os sensores Huawei P20 Pro e Lumia 1020 de 40MP e 41MP, respetivamente. Este aumento na resolução deve melhorar as fotografias diurnas, fornecendo ainda mais detalhes.

A imagem à esquerda representa o comportamento dos pixéis em fotografias de pouca luz. Já à direita é quando existe muita luz.

No entanto, à semelhança das câmaras de alta resolução da Huawei e da Nokia, o novo sensor da Sony não está apenas a aumentar os megapixéis para as fotografias tiradas ao longo do dia. Ao invés disso, o IMX586 combina os sinais de quatro pixéis adjacentes de 0,8 mícron num só, o que disponibiliza uma resolução aparentemente menor, mas com qualidade superior com baixa luminosidade. A empresa japonesa afirma que acabamos por conseguir uma imagem equivalente a uma câmara de 12 megapixéis se fotografarmos à noite.

Isto é algo muito semelhante ao que acontece no Huawei P20 Pro, que combina quatro pixéis na câmara principal de 40 MP, emitindo uma imagem mais limpa de 10MP. A ideia é que os pixéis pequenos não conseguem captar luz suficiente para fotografias com pouca luz. No entanto se os combinarmos vamos criar essencialmente um pixel maior e que consegue absorver mais luz, sacrificando a resolução.

À esquerda a imagem obtida por um sensor convencional e à direita a mesma imagem fotografada pelo novo sensor da Sony

É uma abordagem semelhante à que vimos em muitas outras marcas este ano, como por exemplo, nas câmaras para selfies de 16MP e 20MP da Xiaomi. Já o V30s ThinQ da LG utiliza uma técnica similar de binários para o Bright Mode, criando uma imagem brilhante de 4 megapixéis a partir da sua câmara principal de 16 MP.

Em qualquer dos casos, a Sony afirma que o sensor IMX586 também possui um alcance dinâmico quatro vezes melhor que os sensores de imagem convencionais. Portanto, vamos poder contar com mais detalhes e áreas sombreadas.

A empresa japonesa afirma que os primeiros sensores devem ser enviados para os fabricantes em setembro de 2018, o que significa que provavelmente veremos esses sensores em 2019.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Afinal o telemóvel dobrável da Samsung não se irá chamar Galaxy X!?

Honor Note 10 surge na TENAA com 512 GB de armazenamento

Seguinte