Software grátis da NASA que deve experimentar

76680
0
Share:

A NASA publicou o seu catálogo de software 2017-2018, que lista as principais aplicações, bibliotecas de código e ferramentas que praticamente qualquer pessoa pode fazer download e usar. Apesar da maior parte estar muito ligada á exploração espacial,  existem algumas que vale mesmo a pena experimentar. Nas próximas linhas dizemos-lhe o que não pode perder.

 

Digamos que está a usar um drone ou vai construir um experimente o Comitê Consultivo de Sistemas de Dados Espaciais.

Esta biblioteca permite transferência confiável de grandes blocos de dados para e de naves e satélites. Ele implementa o protocolo CFDP padrão internacional, pode ser usado de missão para missão, e suporta software de solo e de voo.

Depois de ter as imagens no chão, pode querer colocá-las através PixelLearn, que permite definir regras sobre determinados pixels e padrões, assegurando que o programa automaticamente encontre e categorize diversos elementos como crateras, edifícios e assim por diante.

Depois temos por exemplo o Jet Propulsion Laboratory (JPL) Stereo Vision Software Suite (JPLV) que fornece um conjunto de bibliotecas e utilitários para a visão robótica básica, incluindo a varredura estéreo e a calibração da câmara. Destinado principalmente a usuários de sistemas de visão em vez de desenvolvedores de sistemas de visão, a suíte esconde a maioria dos detalhes de implementação por trás de uma interface de usuário de alto nível. Nenhum conhecimento especializado em computação visual é necessário.

Aqui ficam mais alguns softwares interessantes para verificarem:

Cart3D

APLNav

Formation Flying System for Unmanned Aerial Vehicles (UAVs) and Satellites

Explorar planetas ao estilo NASA

Mas talvez as suas inclinações sejam mais para simular e explorar o planeta e o sistema solar. Não se preocupe, a NASA tem software muito interessante.

Existem Modelos Globais de Referência Atmosférica para a Terra, Marte, Vénus e Neptuno e Titã. Estes modelos não são brinquedos e permitem saber exatamente pressões e temperaturas em qualquer lugar. Vénus provavelmente não mudou muito na última década ou duas, mas a Terra foi atualizada para 2016, o ano mais quente registrado.

Para algo um pouco mais prático, você pode tentar a NASA Forecast Model Web, que faz um pouco mais do trabalho por si, ou o WorldView Satellite Imagery Browsing and Downloading Tool, que é uma maneira de navegar as toneladas de imagens da Terra provenientes de Satélites da NASA.  Pode aceder as imagens mais recentes 4 horas depois que elas são fotografadas, o que é espetacular.

Já o HazPop é uma app iOS que permite que navegue através de dados mundialmente atualizado de perigos naturais como incêndios, tempestades e terremotos e combine com dados sobre populações para determinar o número de pessoas afetadas.

Mas aqui estão alguns programas que qualquer pessoa pode usar:

Há um jogo Unity-based Spacewalk em que podem simular vários EVAs conduzidos por astronautas da estação espacial internacional. Pode ser jogado online, em Mac ou no PC.

A NASA tem uma grande coleção de modelos 3D, imagens e texturas que podem ser usadas para fins educacionais ou pessoais. Tudo gratuitamente, naturalmente.

Glenn Research Center: The Early Years é uma app iPad que o leva a uma visita desta instalação de pesquisa e desenvolvimento entre 1941 e 1979.

Pode verificar as últimas alterações de massa coronal e as alterações da magnetosfera com o aplicativo Space Weather App para Android.

Por fim, há “Knife, Versão 1.0“, que “calcula a subtração booleana de poliédrica triangular estanque e arbitrária para fazer previsões de boom sônico em campo próximo”.

Divirtam-se!

Share:
Eduardo Pais

Leave a reply