Snapdragon 855: o novo chipset chega em Dezembro?

Como sabem, a Qualcomm está a trabalhar no sucessor do Snapdragon 845, esperado para alimentar os smartphones em 2019. Agora que eis que chegaram informações fresquinhas à Internet que revelam mais pormenores do novo chipset que terá o nome de Snapdragon 855 ou Snapdragon 8150.

Snapdragon 855: Mantém-se a aposta num design de oito núcleos

De acordo com o site de tecnologia alemão WinFuture, o Snapdragon 855/8150 vai apostar num design octa-core de quatro núcleos de baixa potência e quatro núcleos mais “potentes”. Os núcleos de baixa potência operam a 1.7Ghz, enquanto os núcleos mais rápidos atingem os 2.6Ghz.

Snapdragon 855

As diferenças de velocidade para o antecessor

Comparativamente, os núcleos de baixa potência do Snapdragon 845 atingem 1.77Ghz, enquanto os núcleos de topo funcionam a 2.8Ghz. Isto não significa necessariamente que o novo chip terá velocidades de relógio menores. É que estes números supostamente vêm de uma plataforma de testes. Além disso, as melhorias na arquitetura podem significar que os núcleos também não necessitam de velocidades de relógio superiores.

Snapdragon 855: Núcleos de ouro e prata

O site WinFuture afirma que os núcleos de baixa potência são apelidados de núcleos de prata, enquanto os núcleos de alta potência têm o nome de núcleos de ouro. Isto não é surpreendente, já que a Qualcomm utiliza esta nomenclatura há alguns anos.

Snapdragon 855

Não temos outras informações importantes, mas, à semelhança do Snapdragon 835, a Qualcomm ajustou os núcleos existentes em vez de criar um design totalmente personalizado do zero. Assim, esperamos que os núcleos Prata e Ouro sejam versões semi-personalizadas do Cortex-A55 e do Cortex-A76 da ARM, respectivamente.

Grandes ganhos em teoria

A Qualcomm utilizou anteriormente uma versão ajustada do Cortex-A55 como o núcleo de baixa potência no Snapdragon 845. No entanto, a mudança para um grande núcleo Cortex-A76 semi-personalizado vai dar origem teoricamente a grandes ganhos. O Cortex-A76 deve proporcionar um aumento de desempenho de 35%. Tem também um aumento de 40% na eficiência em relação ao Cortex-A75. Na verdade, a ARM sugeriu que o desempenho se poderia equiparar ao dos computadores de secretária.

Snapdragon 855: A presença de uma unidade neural de processamento

Entretanto este fabricante também reitera a sua alegação anterior de que o Snapdragon 855/8150 irá integrar uma unidade de processamento neural (NPU). Por outras palavras, o fabricante de chipsets parece pronto para se juntar à MediaTek e à Huawei na oferta de uma aposta com uma verdadeira inteligência artificial. Com a Samsung inclinada para apostar também nas redes neurais de processamento, os chips de IA estão a ser adotados por muitos jogadores. Não está claro, para já, se a Qualcomm vai utilizar a sua própria tecnologia para a NPU. Caso isto não aconteça, pode licenciar o Projeto Trillium da Arm.

O site acrescenta que o novo chip Snapdragon 855 está a ser desenvolvido com um processo de fabrico de 7nm, o que se alinha com a declaração anterior da Qualcomm. A empresa divulgou um comunicado de imprensa em junho, confirmando que um chipset Snapdragon de última geração, não identificado, apresentaria um design de 7nm e suporte para o modem X50 compatível com 5G.

Fonte

Não percas nenhuma novidade. Segue-nos no Instagram, no Facebook e no Twitter!