Smartphones dobráveis vendem mais, mas é muito pouco!

Quando se fala de inovação no mundo dos smartphones, não há muito para ver no campo do design, a não ser que olhe apenas e só para os ainda recentes e em franca evolução smartphones dobráveis. Mas, mesmo aí, devido às estratégias das várias fabricantes,  a evolução tem sido lenta, os preços têm sido altos, e por isso… As vendas fracas.

Porém, tudo indica que as coisas estão a começar a mudar.

Smartphones dobráveis vendem mais, mas não deixa de ser pouco!

dobráveis
Dobráveis da Samsung, ASUS e Oppo

Portanto, o terceiro trimestre de 2023 foi histórico para os smartphones dobráveis, com a Samsung obviamente a liderar o caminho.

Porém, é um marco que não é assim tão significativo quanto isso, porque os dobráveis continuam a ser um smartphone de nicho, e continuam por isso a não conseguir gerar o mesmo interesse que outros smartphones mais tradicionais eram capazes de trazer para o mercado nesta altura do ano. Quer um exemplo? Ainda se lembra da loucura que era o Galaxy Note? O Note deixou de existir para dar espaço aos dobráveis da Samsung, ainda assim, o volume de vendas continua a ser residual.

Aliás, é esperado que as vendas voltem a cair no quarto trimestre do ano, muito graças à falta de interesse dos consumidores por este tipo de aparelho. Um interesse que só deverá ser renovado no Verão de 2024.

Porquê a falta de interesse?

É inegável que os smartphones dobráveis evoluíram de forma incrível ao longo dos últimos anos, existindo agora poucas dúvidas quanto à sua resistência quando diretamente comparados a smartphones “normais”. Mas… São poucas alternativas, e as que existem são demasiado caras.

Afinal… Quer um smartphone dobrável? Em Portugal, só pode olhar para as alternativas Samsung. O que é… Escasso! Especialmente quando olhamos para os preços do Galaxy Z Fold 5 e Galaxy Z Flip 5.

Enquanto não existirem mais fabricantes a lançar mais smartphones deste tipo a uma escala mundia, o “dobrável” nunca se irá massificar. Sem concorrência não há escolha, e como tal não existe guerra de preços.

As massas nunca irão dar mais de 1500€ por um smartphone dobrável, por mais dobras que este dê. Em suma, até aqui, o smartphone dobrável tem sido uma gigantesca montanha que pariu um pequeno ratinho bebé.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.