Smartphone novo em 2024: Vale ou não a pena?

No final de 2023 e início de 2024, dissemos várias vezes na Leak.pt que por várias razões estávamos a olhar para este novo ano como uma altura para esperar, e não para investir, em vários submercardos do mundo da tecnologia. Podemos meter em cima da mesa o exemplo do mercado de consolas, mercado de computadores, e claro, o sempre interessante e volátil mundo dos smartphones.

Afinal de contas, no lado das consolas estamos prestes a dizer um grande olá à Nintendo Switch 2, bem como a uma nova PlayStation 5 Pro que deverá elevar ainda mais os níveis de performance, e também deverá começar a implementar algum IA. Curiosamente, segundo alguns rumores, apesar do falhanço da Microsoft nesta geração, vários rumores apontam para uma nova versão da Xbox Series X no mercado, e quem sabe, até uma Xbox Portátil.

Entretanto, esquecendo o lado dos videojogos, todo o mundo da computação está inegavelmente a tentar perceber como é que a IA vai mudar a forma como utilizamos os nossos aparelhos mais importantes do dia-a-dia, onde mais uma vez temos de destacar o smartphone.

Algo que acaba por levantar a sempre importante questão de… Vale a pena mudar de smartphone agora, em 2024?

Dito isto, depois do lançamento dos Xiaomi 14 na China, Galaxy S24 na Europa, e também da iminente chegada de outros aparelhos como é o caso do Honor Magic6 Pro, como é que estamos em 2024? Temos razões para dar o salto, ou não? Mudámos de opinião?

- Advertisement -

Smartphone novo em 2024: Vale ou não a pena?

Portanto, apesar do facto de ainda ninguém saber muito bem o que a IA vai trazer para cima da mesa a médio-longo prazo para o smartphone como o conhecemos, podemos dizer que várias fabricantes estão a apostar forte e feio noutras componentes importantes além desta, como é o caso da capacidade de captura de imagem através dos sensores traseiros dos seus smartphones.

Sendo exatamente por isso que temos de olhar para o trabalho da Google com os seus Pixel 9, o excelente trabalho que a Samsung fez com o seu S24 Ultra, e claro, ao que tudo indica, tanto a Xiaomi como a Honor vão demonstrar algo ainda mais “potente” durante o dia de hoje com a chegada do Xiaomi 14 Ultra e Honor Magic 6 Pro na MWC 2024 em Barcelona.

É inegavelmente uma boa altura para quem olha para o smartphone como se este fosse uma câmara fotográfica.

Ainda assim, apesar de todas as melhorias, aumentos de performance e de qualidade, a realidade é que se porventura tiver um smartphone recente no bolso, está ainda muito bem servido.

Aliás, acho que até podemos dizer que pode olhar para os modelos de topo do ano passado, como é o exemplo do S23 Ultra, que está hoje em dia a preços extremamente apelativos, em vez de fazer o esforço extra para comprar o melhor e mais recente.

Então e na gama média?

Aqui é que as coisas estão a ficar extremamente interessantes. As fabricantes do ecossistema Android perceberam que já não havia espaço para oferecer o mesmo, a preços mais altos. Por isso, estamos finalmente a ver alternativas realmente boas, a preços apelativos.

Claro que já não é possível encontrar aquelas pechinchas de antigamente, antes do COVID, onde podíamos encontrar aparelhos de 200€ a preços de fazer cortar a respiração a qualquer entusiasta da qualidade-preço. Ainda assim, temos agora muitas alternativas de qualidade a começar à volta dos 300€, indo até aos 700€.

Temos assim o exemplo do OnePlus 12R que apareceu com especificações incríveis mas com um preço um pouco mais alto. Temos de olhar para o Redmi Note 13 Pro+ que tivemos a oportunidade de analisar em Fevereiro. Além destes, não nos podemos esquecer do Nothing Phone (2a) que está prestes a chegar ao mercado a 349€.

Entretanto, falta ver o que a Samsung tem para oferecer com o seu futuro Galaxy A55 5G, que como já deve ter percebido tem concorrência de luxo à sua espera. Porém, deve responder com uma maior qualidade de construção, bem como novos níveis de performance.

Conclusão

O mundo dos smartphones nunca tem pausas ou férias. Se precisa de comprar algo, faz todo o sentido analisar o mercado e procurar a melhor alternativa para o seu caso. Ainda assim, se está bem servido, aguente e espere o que isto da Inteligência Artificial vai trazer para o mercado.

Afinal de contas, quando a IA começar a crescer a sério, vamos ter muitas mudanças no hardware. Mais concretamente a chegada de elevadas quantidades de memória RAM, armazenamento, e pelos vistos, até processadores completamente diferentes.

Antes de mais nada, o que pensa sobre tudo isto? Interessante? Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.