Shadowlands vai trazer Ray Tracing e VRS para World of Warcraft

Apesar da sua idade, World of Warcraft ainda é o maior MMORPG do mercado, especialmente agora que ‘Classic’ está a fazer um estrondoso sucesso ao conseguir re-capturar muitos dos fãs que foram fugindo das garras da Blizzard. Dito isto, está na hora de lançar a oitava expansão do famoso jogo, que ao contrário do última lançamento, irá apostar forte e feio na parte gráfica, ao trazer consigo suporte a Ray Tracing (particularmente nas sombras) bem como VRS (Variable Rate Shading).

Shadowlands vai trazer Ray Tracing e VRS para World of Warcraft

Portanto, se por acaso é fã de WoW, deve saber que o foco da Blizzard neste jogo nunca foram os gráficos, mas sim a jogabilidade. Afinal de contas, estamos a falar de um título criado com o motor de jogo de Warcraft III, um projeto lançado em 2002. Aliás, ‘Classic’ prova isto mesmo, ao trazer os mesmos exatos gráficos da versão original para os PCs de alto desempenho de 2019 e 2020.

No entanto, isto não quer dizer que ao longo dos anos não seja possível fazer algumas adições de extrema qualidade, como podemos ver pelos modelos das personagens, cenários mais modernizados e cinemáticas brutais da versão ‘Retail’ de World of Warcraft. Ao fim ao cabo, um utilizador do Reddit já descobriu alguns comandos de teste bastante interessantes, na recentemente lançada Alpha de Shadowlands. Ora veja:

Shadowlands vai trazer

Assim, como podemos ver na imagem em cima, parece que o motor de jogo já tem suporte às duas funcionalidades previamente mencionadas. Contudo, isto não significa que ficarão imediatamente disponíveis para utilização no lançamento da expansão.

Entretanto, tudo isto mostra que é possível melhorar e fazer evoluir algo, desde que exista vontade. Afinal, estamos a falar de uma simples evolução do motor de jogos de Warcraft III, que até já tem suporte a DirectX 12, HBAO+, entre outras tecnologias avançadas.

Ray Tracing e VRS? O que é isso?

Shadowlands vai trazer
Um exemplo da tecnologia em Shadow of the Tomb Raider

Portanto, o Ray Tracing irá permitir uma renderização de sombras muito mais próxima da realidade, apesar de puxar forte e feio pela placa gráfica. Em paralelo, o Variable Rate Shading (VRS) é apenas uma maneira inteligente de gerir a performance do jogo, aumentando a qualidade quando é realmente necessária, diminuindo-a em pontos que não irão estar em foco para o utilizador.

Ambas as funcionalidades são um marco do Microsoft DirectX 12 Ultimate.


Shadowlands vai trazer Ray Tracing e VRS para World of Warcraft – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

(Mini-Análise) Xiaomi Mi 11 Lite NE: Super leve, e poderoso!

Em 2021, já me passaram muitos smartphones pelas mãos, modelos de gama alta, de gama média, outros que ficam ali no meio, distribuídos por...

A Steam Deck vai dar mais performance ao PC, PS5 e Xbox!

A Steam Deck está prestes a chegar ao mercado! Bem... Mais ou menos, a consola portátil da Valve vai obviamente sofrer com falta de...

Microsoft Surface Go 3: Um tablet amigo da carteira?

Ontem foi o dia da Microsoft anunciar a sua gama de produtos Surface, onde, curiosamente, um dos que mais brilhou, foi também um dos...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!