Segurança: Apple vai manter a inteligência artificial fora da cloud


Por em

O site GeekWire avançou com a notícia de que a Apple adquiriu a empresa de inteligência artificial Xnor.ai por um valor estimado de 200 milhões de dólares. Por este motivo, este site compara este acordo com a compra da empresa de inteligência artificial AI Turi pela Apple em 2016, que supostamente também custou o mesmo valor à gigante da maçã. O que trouxe a Xnor.ai aos olhos da Apple é a possibilidade que eles criaram de disponibilizar a inteligência artificial no próprio dispositivo. Ou seja, podemos ter o machine learning e o reconhecimento de imagens num dispositivo com um baixo consumo de energia sem ter que passar pela cloud.

Segurança: Apple vai manter a inteligência artificial fora da cloud

Entretanto, esta startup com três anos de idade também desenvolveu um método que permite que os programadores de software incorporem o código de IA nas aplicações, mesmo que não tenham conhecimento em codificação de IA. Agora cabe à Apple manter vivo o lema desta empresa que comprou e que é “inteligência artificial em qualquer lugar e para todos”.

a inteligência artificial

No ano passado, o co-fundador Farhadi explicou como é que a Xnor.ai cumpre este lema. “Tornamos a IA em qualquer lugar uma realidade, permitindo que as principais marcas globais incorporem o machine learning em qualquer coisa. Desde um hardware local mais facto até à cloud.

Esta compra vai permitir que a Apple continue a promover a segurança de dados para o iPhone, mas não só, já que muitas ideias podem ser aproveitadas.

Algumas conquistas realizadas pela empresa adquirida no ano passado incluem o desenvolvimento de um chip de IA que pode funcionar durante anos através de energia solar ou uma bateria do tamanho de uma moeda e um produto habilitado para IA que verifica as prateleiras dos supermercados. Também assinou um acordo com a empresa de câmaras domésticas Wyze. Isto para incluir a funcionalidade de detecção de pessoas nos equipamentos deste fabricante, apesar de já ter terminado.

Seja como for este tipo de aquisição enquadra-se perfeitamente na filosofia da Apple. Em vez de adquirir grandes empresas e fazer um grande boom no mercado, prefere comprar pequenas empresas de nicho.

A maior aquisição já feita pela Apple foi a compra da Beats Audio por 3 mil milhões anunciada em maio de 2014.

No ano passado, a Apple gastou mil milhões na compra do negócio de modems para smartphones pertencente à Intel.

Neste caso e como referimos no título, graças a esta aquisição a Apple vai conseguir manter a inteligência artificial no smartphone e fora da Cloud. Ou seja, nada de transmissões de dados para fora.

De acordo com o site CBInsights, de 2010 a 2019, a Apple adquiriu 20 empresas relacionadas com inteligência artificial.

Leia também

Ou veja mais notícias de Apple, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Apple App Store vs Google Play Store: Quem ganhou em 2019?

YouTube para Android à espera da novidade que está no iOS

Seguinte