Se o iPhone usa ecrã Samsung… Porque é que o S20 ainda tem ‘queixo’?


Por em

O design dos iPhones já está um bocado ultrapassado, se compararmos o que a Apple oferece com aquilo que a Samsung, Huawei, Xiaomi, etc… Oferecem no mundo Android. Ainda assim, a Apple continua a ter uma grande vantagem no seu design, é que a margem da parte inferior do ecrã é quase inexistente, sendo igual à margem de cima.  Tudo graças a uma técnica que consiste na ‘dobragem’ do painel OLED na parte de baixo do smartphone.

Mas tudo isto levanta uma questão… É que o ecrã do iPhone é produzido pela Samsung. Não será a gigante Sul Coreana capaz de fazer o mesmo nos seus smartphones Galaxy?



Sim, os iPhones mais recentes usam ecrãs OLED fabricados pela sua rival Samsung… Mas fabricado é diferente de desenhado. Ou seja, o design continua a ser propriedade da Apple, por isso, a gigante Sul Coreana responsável pelos Galaxy S e Galaxy Note não pode simplesmente roubar o design que está obviamente patenteado.

Se o iPhone usa ecrã Samsung, então porque razão é que os Galaxy S ainda têm margens em baixo!?

iPhone
É assim que a Apple dobra o ecrã para criar a ilusão da margem

Portanto, como tantos outros componentes que dão vida ao iPhone, a Apple desenha os seus próprios ecrãs, com algumas tecnologias proprietárias. Posteriormente, estes planos são enviados para a Samsung para produção. (O mesmo acontece com os ecrãs LCD fabricados pela Japan Display)

Conhece a mítica frase “Designed in California”? É que isto não significa que apenas o design exterior é produzido pelas equipas no campus da Apple, o ecrã, SoC, controlador de memória, entre outras coisas também é da responsabilidade das equipas da própria empresa.

Em suma, a Apple investiu milhões na criação do ecrã OLED que podemos encontrar no iPhone X, XS e 11 Pro, por isso, não é muito difícil de chegar à conclusão que a curvatura na parte de baixo está patenteada até ao tutano. Sendo essa a grande razão para os smartphones Android continuarem a ter um ‘queixo’ feio na parte de baixo do ecrã.

Aliás, todo este processo, é muito provavelmente a grande razão pela qual a Apple só ter entrado no mundo dos ecrãs OLED em 2017, com o iPhone X.

Dito tudo isto, estamos a falar de um processo extremamente caro em todos os passos, que cria algumas complicações na produção, reparação e montagem dos materiais. Algo que pelos vistos, na opinião da Samsung, simplesmente não vale a pena. Especialmente quando esta margem já está tão reduzida nos novos Galaxy S20.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Apple, Especiais, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Galaxy Note 20 chega sem surpresas em relação ao Galaxy S20

Google removeu site oficial do Kodi depois de uma queixa falsa!

Seguinte