Samsung revelou uma TV microLED 4K de 75” que diz ser o futuro!

Ao apresentar uma versão bem mais pequena da sua TV modular microLED ‘The Wall’, que mostrou na CES do ano passado.. A Samsung revelou a sua intenção de apostar nesta tecnologia, levando-a para o mercado de consumo tradicional.

Portanto, na CES 2019, que se está a realizar em Las Vegas neste momento, a gigante Sul Coreana voltou a apresentar uma tecnologia que fez furor no ano passado, mas desta vez na forma de uma TV 4K de 75”, que oferece uma qualidade de imagem comparável a um ecrã OLED.

Em suma, apesar das tecnologias OLED e LCD oferecerem resoluções até 8K, uma TV microLED pode oferecer uma qualidade de imagem impressionante, sem precisar de compostos orgânicos, e claro… Sem ter de lidar com todos os problemas normais destas tecnologias.

Curiosamente, a tecnologia modular do MicroLED oferece imensa flexibilidade no que toca à dimensão do ecrã!

Permitindo assim aos consumidores a personalização dos tamanhos e formas das suas televisões. Ao adicionar módulos Micro LED, os utilizadores podem expandir o seu ecrã para o tamanho desejado.

Esta funcionalidade modular do Micro LED vai permitir no futuro criar um ecrã com dimensões irregulares de 9×3, 1×7 ou 5×1 que se adaptam aos requisitos de espaço, estéticos e funcionais.

Ademais, a tecnologia Micro LED da Samsung também otimiza o conteúdo, independentemente da dimensão e formato do ecrã. Mesmo quando se adicionam módulos, os ecrãs Samsung Micro LED conseguem escalar para aumentar a resolução. (Enquanto mantém a densidade do pixel constante)

Adicionalmente, o Micro LED pode suportar conteúdo desde o standard 16:9 a 21:9, rácios invulgares de 32:9, ou até mesmo 1:1, sem comprometer a qualidade de imagem.

Aliás, com esta tecnologia, é ainda possível conseguir obter pretos perfeitos… Um brilho espantoso, bem como uma palete de cor HDR muito ampla sem ‘burn-in’!

Infelizmente a Samsung ainda não partilhou os preços destas novas TVs… Mas é bem provável que este modelo de 75” seja mais apontado para o mercado ‘Premium’!

Afinal de contas, a produção desta tecnologia em massa, ainda é algo bastante muito difícil, com os yields ainda muito baixos…Visto que os sub-píxeis RGB precisam de ser posicionados de forma muito precisa! Caso contrário o painel não irá funcionar e terá de ir imediatamente para o lixo.

Dito isto, certamente que iremos poder ver mais TVs com esta tecnologia no mercado, num futuro bem próximo!

Com a Apple a investir muito na pesquisa e desenvolvimento de painéis microLED, com planos para os implementar já nos próximos iPhones e Apple Watches.


O que pensa sobre isto? Está pronto a comprar uma TV microLED? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo!

Fonte