Samsung nega tudo. 3nm não estão assim tão mal!

Há algumas semanas atrás, vários leaks e rumores chegaram à Internet a apontar para uma Samsung um bocadinho “à rasca” no lado da produção. O que claro está, era uma notícia relacionad com os números que as suas linhas de 3nm andavam a apresentar.

Afinal, segundo as informações a chegar à Internet, a taxa de defeito tão alta por remessa, que a Samsung já andava a fazer planos para evitar o uso do Exynos 2500 na sua nova geração de smartphones topo de gama (Galaxy S25). A ideia passava por utilizar chips Qualcomm no modelo Ultra, e chips MediaTek no resto. (Não deverá existir um Galaxy S25+ em 2025)

Tudo isto porque não seria possível produzir processadores suficientes para dar vida à estratégia que a Samsung tanto gosta de implementar. Ou seja, de equipar alguns Galaxy S com processadores Qualcomm, enquanto outros chegam ao mercado a ter como base um SoC Exynos.

Samsung nega tudo. 3nm não estão assim tão mal!

exynos, s22

Portanto, o processo de 3nm GAA da Samsung tinha o grande objetivo de bater o pé ao domínio que a TSMC tem do mercado de microprocessadores, especialmente no lado mobile da coisa.

No entanto, de forma muito parecida ao que tem vindo a acontecer nas linhas de 5nm e 4nm, a Samsung parece estar com um problema sério no lado dos “yields”.

O que são Yields? 

  • Basicamente, é o número de chips realmente utilizáveis em cada fornada produzida, neste caso pela Samsung. Ou seja, a percentagem de chips sem defeito.
  • Dito tudo isto, os mais recentes rumores apontavam para um Yield de mais ou menos 20%.

O que é obviamente demasiado baixo para conseguir fazer planos a sério para o futuro, sendo também um desperdício de recursos.

No entanto, a realidade é que os novos Galaxy Watch já são todos baseados num SoC Exynos W1000, que por sua vez é produzido nas linhas de 3nm GAA da Samsung. Um processador que traz para cima da mesa um nível de performance que há muito não se vida do lado da Samsung.

O que claro está, passa a mensagem de que muitos destes rumores são apenas um exagero da situação real. Especialmente porque a Samsung afirmou no SFF (Samsung Foundry Forum) e SAFE (Samsung Advanced Foundry Ecosystem Forum) que os números estão dentro das expetativas.

Mas… Se tudo está bem, como é que a MediaTek e Qualcomm continuam a produzir apenas e só nas linhas da TSMC?

A TSMC domina o mundo mobile com as suas linhas de produção, especialmente agora com os seus 3nm otimizados. Aliás, as gigantes do mundo dos smartphones (Qualcomm e MediaTek) estão prestes a anunciar os seus novos processadores (Snapdragon 8 Gen4 e Dimensity 9400), tendo como base o nó N3E (3nm) da TSMC, em vez dos 3nm GAA da Samsung.

Tendo em conta que a Samsung é mais barata que a TSMC, fica a ideia de que algo não está bem.

Em suma, temos de esperar para ver o que vai acontecer nos próximos tempos. Ou melhor, temos de ver se a Samsung vai ou não equipar aparelhos Galaxy S25 com um SoC MediaTek em vez de um Exynos 2500. Se isso acontecer… Já temos a nossa resposta.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Leia também

Newsletter Leak

Receba todas as notícias e destaques diretamente no e-mail. É grátis!

Siga-nos no Google Notícias

Artigos relacionados