O Galaxy S9 e S9+ são os atuais topos de gama da Samsung, e até foram bem aceites pelo público, mas isso não se está a refletir nas vendas.

Após uma queda nos lucros no último trimestre, que foi atribuída à lentidão nas vendas do Galaxy S9 e S9+, para além do aumento da concorrência de marcas como a Huawei e Xiaomi, um novo relatório agora afirma que a linha principal da Samsung vendeu apenas 9 milhões de unidades durante o período de três meses encerrado em junho.

Embora este número seja certamente impressionante e que chegue mesmo a ultrapassar o total de vendas do dueto de P20 e P20 Pro da Huawei, ele representa um claro declínio em relação ao primeiro trimestre. Nos primieors três meses do ano a marca vendeu 10,2 milhões de unidades do Galaxy S9. Além disso, o fato de as vendas do primeiro trimestre terem sido mais fortes do que as do segundo trimestre é um indicador de quão lentas as vendas da Samsung são este ano em comparação com outras marcas.

Afinal de contas, devido ao fato de que os smartphones da série S serem lançados em fevereiro ou março e e ainda estarem à venda apenas para um número limitado de encomendas, o segundo trimestre do ano é historicamente o mais forte para a série.

Vendas do S9 vs S8 vs S7

Para termos uma referência concreta, o Galaxy S7 e S7 Edge, que foram lançados mais ou menos na mesma época da dupla deste ano, alcançaram 10,3 milhões em vendas durante o primeiro trimestre, que coincidem com as vendas do Galaxy S9, mas depois venderam mais 15,6 milhões. Colocando as vendas totais em 25,9 milhões até o final de junho.

Além disso, até mesmo a série Galaxy S8 do ano passado teve vendas de 21,2 milhões durante o mesmo período, 2 milhões a mais do que a linha Galaxy S9 deste ano, que está à venda há mais um mês que o S8, visto que este não foi apresentado na MWC do ano passado.

Galaxy S9 é o primeiro da série a vender menos no segundo trimestre que nos primeiros três meses do ano.

Como é típico, as vendas nos meses restantes de 2018 deverão continuar em queda à medida que outros dispositivos de marcas concorrentes chegarem. Embora o lançamento do Galaxy Note 9 forneça um grande impulso nas vendas globais da Samsung a empresa apenas estabeleceu uma meta de 12 milhões unidades para 2018. No entanto, chegando em 2019, a Samsung estará a pensar apostar fortemente nas vendas do aniversário da série, e o seu Galaxy S10 e da popularidade de seu suposto smartphone dobrável. Caso contrário, a empresa poderia estar em risco de um declínio ainda maior nas vendas.

Entretanto aproveitem um desconto de 10€ na compra de qualquer smartphone na ForallPhones ! Mas sejam rápidos, só têm de introduzir com o código FPA03RJ quando forem fazer a compra.

Pode interessar:

Samsung prepara smartphone dobrável de 7 polegadas

Fonte