Samsung Galaxy S11 pode ser extremamente difícil de reparar!


Por em

O Galaxy S11 pode ser muito difícil de reparar, a julgar por informações recentes que indicam que a Samsung fechou negócio com a empresa chinesa Weldbond como novo fornecedor de colas. A informação divulgada pelo site The Elec afirma que a Samsung vai-se afastar da fita adesiva de dupla face no próximo topo-de-gama e vai selar o Galaxy S11 com cola. Ou seja, podemos ter um equipamento muito difícil de reparar!

Samsung Galaxy S11 pode ser extremamente difícil de reparar!

Claro que como em tudo na vida, há coisas boas e coisas más nesta decisão.

Os smartphones modernos são cada vez mais difíceis de reparar pelo facto de se produzirem painéis cada vez mais finos. De facto, como alguns sites já revelaram, o Galaxy S10 é um excelente exemplo de um dispositivo que ninguém gostaria de desmontar. No entanto, o Galaxy S11 pode ser ainda pior, pois pode fazer um grande uso de cola em vez de fita adesiva.

podemos ter um equipamento muito difícil de reparar!

Este método de fabrico é menos dispendioso e permite molduras ainda mais finas, algo que a Samsung parece estar à procura na gama Galaxy S11. Por outro lado, é mais difícil impermeabilizar um smartphone utilizando cola para selar o painel traseiro. Isto é válido não apenas para a Samsung, mas também para qualquer outro fabricante.

Lembramos que os topos-de-gama mais recentes da gigante coreana receberam uma pontuação baixa em reparabilidade por parte do iFixit. O Galaxy S10 conquistou apenas 3 pontos em 10, e se as novas informações se confirmarem, o Galaxy S11 poderá receber uma classificação ainda mais baixa.

Isto é claro, supondo que o Galaxy S11 seja construído dessa forma. É que até ao momento não há evidências muito fortes para sustentar estas informações. O que se sabe é que a Samsung realmente assinou uma parceria com um novo fabricante de colas.

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.