Samsung Galaxy Note FE (7): Ainda vale a pena comprar?

77390
0
Share:

Estamos a caminhar a passos largos para o dia 7 de Julho – a data de lançamento do Samsung Galaxy Note 7, ou do Samsung Galaxy Note FE, como foi “rebatizado”. Apesar da disponibilidade deste equipamento estar, para já, restringida à Coreia do Sul, não deverá levar muito tempo até que chegue a diversos mercados, através de diversas lojas da especialidade. Considerando que terá um preço a rondar os 600 Euros e o tempo que passou, impõe-se a pergunta: – ainda vale a pena comprar este equipamento?

A percepção dos utilizadores

Apesar do novo nome é quase mentalmente impossível abstrair-nos da ideia que algo pode correr mal com o Samsung Galaxy Note FE. É certo que a probabilidade disso acontecer é mínima, uma vez que temos a certeza que a Samsung fez de tudo para garantir que estas questões não voltassem a surgir. No entanto, muitos utilizadores vão ter dificuldade em afastar esta ideia.

Para além disso, este equipamento virá com uma bateria mais modesta de 3.200 ou 3.500 mAh, o que evita de imediato o problema de compressão celular que deu origem às “explosões”. A única desvantagem, é a menor autonomia da bateria, o que é sempre importante para quer dar um uso mais profissional ao smartphone.

O que achamos:

Se não se importam por aí além com a autonomia, devem considerar este equipamento

O hardware do Samsung Galaxy Note FE

Importa também considerar a idade do hardware. O Note 7 já vai totalizar dez meses de existência na altura em que reaparecer como Samsung Galaxy Note FE. Por esta altura, já muitos dispositivos de topo de 2017 conseguiram ultrapassar o desempenho deste equipamento. No entanto, o processador Exynos 8890 continua a oferecer um excelente desempenho, ao qual se junta o ecrã QHD, a câmara traseira de 12 megapixéis, os 4 GB de memória, 64 GB de capacidade de armazenamento e a resistência à agua e a poeiras. Como se pode observar, as especificações são muito competitivas.

Samsung Galaxy Note FE

Para adoçar ainda mais a boca do consumidor, o Galaxy Note FE será atualizado para as versões mais recentes do sistema Android e vai incluir o assistente pessoal Bixby.

O que achamos:

As especificações continuam atuais e o desempenho não será um problema no Galaxy Note FE.

Um novo equipamento a caminho

Porém, existem outros fatores a considerar. Não estamos muito longe do lançamento do Samsung Galaxy Note 8 e quem quer sempre as caraterísticas mais modernas, vai certamente querer esperar um pouco mais. É que as especificações não incluem apenas um processador mais poderoso e mais memória, mas também uma nova configuração de câmara dupla com zoom óptico e um design sem moldura.

O que achamos:

Se não fazem questão de terem sempre as últimas novidades do mercado e procuram um equipamento equilibrado, o FE será uma boa opção (mais económica também).

O Preço

O preço parece ser o fator de decisão mais forte neste campo. Alguns rumores que chegaram à Internet colocam o preço do Samsung Galaxy Note 8 na fasquia dos 1000 Euros e o preço do FE entre os 500 e os 600 Euros.

O que achamos:

Se considerarmos em primeiro lugar o fator preço e depois as caraterísticas, o Samsung Galaxy Note FE torna-se de imediato muito mais interessante.

Se por outro lado, têm a possibilidade de olharem primeiro para as caraterísticas e o preço passa para segundo plano, então talvez queiram o Samsung Galaxy Note 8.


Share:
Bruno Fonseca

Leave a reply