Inicio Android Samsung Galaxy Note 9 volta a ser totalmente desmontado

Samsung Galaxy Note 9 volta a ser totalmente desmontado

Os especialistas em patentes e tecnologia dos laboratórios da TechInsights realizaram uma profunda desmontagem e análise do Samsung Galaxy Note 9.

Não há muito de novo a assinalar, uma vez que uma desmontagem menos detalhada já foi realizada no mesmo dia em que este dispositivo foi anunciado. Além disso, a Samsung fez um excelente trabalho ao destacar e explicar muitos dos componentes internos que utiliza, como as câmaras encontradas no Galaxy Note 9.

Assim, já se sabe que o fabricante de smartphones coreano incluiu um enorme dissipador de calor e o Snapdragon da Qualcomm nos Estados Unidos ou o Exynos noutros mercados.

No entanto, a desmontagem fornece algumas informações importantes acerca dos componentes escolhidos, juntamente com novas imagens.

O nova S-Pen Bluetooth também foi desmontada.

Entre os pontos mais interessantes a destacar é que a Samsung não optou por usar o módulo RAM de 10nm LPDDR4X de segunda geração para o Galaxy Note 9. Em vez disso, optou por uma instalação da sua primeira geração de SDRAM LPDDR4X a 6GB.

A nova RAM provavelmente teria sido substancialmente mais eficiente e não é possível saber porque a empresa não usou o componente.

Eventualmente, pode ser que ainda haja problemas que precisam ser resolvidos ou que o uso teria aumentado o custo total para os consumidores, acima do seu preço já elevado.

Deixando isso de lado, o uso de um chipset do Snapdragon nos Estados Unidos também significa que as soluções da Qualcomm como a gestão de energia e receptor de radiofrequência estão também presentes. Isto inclui as soluções do fornecedor para a gestão de energia ao nível do ecrã e codecs de áudio.

No entanto, o Amplificador de Áudio e outros componentes são fornecidos pela Maxim enquanto o Amplificador de Potência é feito pela Broadcom da Avago.

A NXP é responsável pela conectividade NFC do dispositivo e a Murata forneceu o módulo Wi-Fi e Bluetooth combinado do Galaxy Note 9. Presumivelmente, isto inclui o módulo Bluetooth encontrado na nova S-Pen.

Por outro lado, a Samsung também forneceu a sua própria unidade de armazenamento no Galaxy Note 9. O componente NAND Flash é uma UFS 2.1 – o KLUDG4U1EA-B0C1 da Samsung – permitindo alta taxa de transferência de banda e eficiência energética otimizada.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Windows 10: AMD, Nvidia e Intel têm novos updates! Atualize já

Todos queremos um PC a dar o máximo e sobretudo que esteja pronto para as próximas versões do Windows 10 e também para os...

Mega-promoção 2020 Cyber Week: Windows 10 a 7 Euros

Apesar da grande venda da Black Friday já ter acabado, assim como a Cyber Monday, as megapromoções não param. Assim, a Godeal24.com já preparou...

Google Fotos acaba de receber uma grande novidade! Atualize já

Em Setembro do ano passado, a Google adicionou uma nova visualização de memórias no Google Fotos. A ideia é ajudar os utilizadores a descobrirem...

Espera por Cyberpunk 2077? Streams só depois do lançamento!

Estando a apenas uma semana de distância, Cyberpunk 2077 já faz com que vários jogadores sintam aquele friozinho na barriga. Afinal de contas, este...

Nova personagem bombástica vai chegar ao Fortnite! Krat…

Apesar de já se encontrar no mercado há uma série de anos, Fortnite não parece querer desacelerar. Afinal de contas, depois da nova season...