Inicio outros Samsung Galaxy Note 7 definitivamente cancelado: Samsung mata o melhor telemóvel do...

Samsung Galaxy Note 7 definitivamente cancelado: Samsung mata o melhor telemóvel do mundo

Os apuros do Samsung Galaxy Note 7 ainda não terminaram e, na sequência de diversos casos de explosões aparentemente ligadas a dispositivos de troca, a Samsung primeiro ajustou (ou suspendeu) a produção do dispositivo e agora aconselha os donos do Galaxy Note 7 a desligarem os dispositivos e – se quiserem – a pedir o seu dinheiro de volta no local de compra.

Para sermos factuais, a Samsung não está a admitir que há um problema sério com os Note 7 de substituição. Antes, a marca Coreana optou por não meter a cabeça na areia e está a jogar pelo seguro quanto à segurança dos seus compradores, enquanto não se percebe o que realmente se está a passar com dispositivos seguros.

Nesse sentido, os vendedores oficiais irão suspender as vendas do Galaxy Note 7 e as trocas de novas unidades pelas unidades com defeito.

Pelo menos quatro incidentes nos Estados Unidos envolveram unidades Samsung Galaxy Note 7 que pegaram fogo, inclusivamente sem estarem em carregamento, com as situações mais polémicas a envolverem a evacuação de um avião e um utilizador hospitalizado por bronquite aguda devido à inalação de fumo.

Fonte: Samsung

Actualização:

São noticias tristes para a comunidade tecnológica, e inesperadas após as declarações desta manhã da Samsung, mas tudo indica que o Samsung Galaxy Note 7 está morto.

A Samsung, como noticiámos, pediu aos utilizadores que desliguem os seus Note 7 e os entreguem.  Mas, de modo mais profundo, a produção do dispositivo,  que parecia apenas suspensa, terá sido encerrada de vez, pondo fim a menos de três meses de uma vida conturbada em que o melhor telemóvel do mercado foi incapaz de superar o problema ainda por compreender que levou várias unidades a pegar fogo.

Rapidamente, as principais operadoras Americanas cancelaram o apoio ao dispositivo, com a Europa a seguir-se.

Segundo fontes da imprensa Coreana, citadas pelo Independent, as unidades de produção já foram instruídas para encerrarem a produção. A própria Samsung, para lá das informações que veiculamos está manhã, confirmou à imprensa do seu país que o encerramento do fabrico do Note 7 é definitivo.

Com a Samsung a perder cerca de $19 mil milhões no valor das suas acções, os estragos causados pela hecatombe do Note 7 transcendem em muito o valor do dispositivo e afectam o crédito da Samsung como fabricante. O modo como a empresa foi incapaz de sanar os problemas do seu mais destacado dispositivo ainda dará que falar com o apuramento de responsabilidades.

Os dispositivos em circulação serão trocados por Galaxy S7 e S7 Edge, ou os utilizadores poderão receber o seu dinheiro de volta.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Your Phone do Windows vai ficar muito mais poderoso!

Com o Windows 10 Build 20221, a aplicação Your Phone da Microsoft vai ter direito a uma novidade. Chama-se “fixação de notificações”. Para quem...

Microsoft Edge vai mesmo rebentar com o Google Chrome!

O novo Microsoft Edge está lentamente a chegar a todos os dispositivos através do Windows Update e também vem pré-instalado no update de Outubro...

Oppo Reno4 Lite: certificação revela especificações principais

A Oppo está a trabalhar arduamente na familia de smartphones Reno. Dito isto, já apresentou o Oppo Reno4 e o Reno4 Pro na China...

TicWatch Pro 3: justifica-se um preço de 299 Euros?

A Qualcomm revelou dois novos chipsets para wearables em junho. Falo do Snapdragon Wear 4100 e 4100+. Os novos chips são uma atualização significativa...

Nokia 7.3: novas imagens revelam todos os pormenores!

Antes do evento Nokia Mobile há alguns dias, houve relatos de que o Nokia 7.3 seria lançado em 22 de setembro. No entanto, este...