Samsung Galaxy F: Telemóvel dobrável vai ser uma ‘Besta’ da Autonomia

A Samsung mostrou um pouco do seu primeiro smartphone dobrável no mês passado… No entanto, o anúncio com toda a pompa e circunstância ainda está para vir.

A ideia da Samsung, era apenas mostrar a sua nova tecnologia de ecrã ‘Infinity Flex’! Revelando que o telemóvel iria ter um ecrã muito grande na parte de dentro, bem como um mais pequeno na parte de fora… Por isso, ficámos sem saber que especificações irá ao fim ao cabo ter!

No entanto, um novo ‘leak’ fala agora em grande detalhe do futuro dos smartphones dobráveis da empresa, incluindo as especificações do sistema de câmeras e ainda a capacidade da bateria.

O site ‘LetsGoDigital’, conseguiu meter as mãos num relatório da agência CIMB, acerca do futuro do mercado de telemóveis dobrável.

Pois bem, este relatório indica que estes aparelhos irão trazer um novo crescimento ao mercado de smartphones, com as vendas a subir nos próximos anos. Afinal de contas, é esperado que se vendam cerca de 4 milhões de telemóvel dobráveis no próximo ano!

Em boa verdade, estes telemóveis vão ser tremendamente caros nos primeiros meses/anos! Mas também é verdade, que se a implementação for bem sucedida, é algo que pode vir a substituir um tablet ou um portátil.

Os fabricantes de ecrãs OLED, placas de circuito flexíveis e baterias, são os que mais vão beneficiar deste novo segmento de mercado. Dito isto, a Samsung deverá reter o seu domínio nos ecrãs, pelo menos até ao ano de 2020.

As especificações do Samsung Galaxy F

Galaxy F:

O ‘leak’ menciona que o Samsung Galaxy F irá contar com um SoC Exynos 9820 ou Snapdragon 855, à semelhança do Galaxy S10. Bem como 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento, isto na sua versão base.

Além disto, também deverá contar com sistema de duas câmeras na traseira (12MP + 12MP). E ainda um sensor de 8MP na frente.

Quanto à bateria, a Samsung deverá implementar duas células de bateria, uma em cada metade do chassis, para um total de 5.000mAh-6.000 mAh.

Preço de produção do Galaxy F

A Samsung deverá gastar cerca de 637$ para fabricar cada um destes smartphones dobráveis! Uma conta que nem sequer inclui os custos de pesquisa e desenvolvimento do aparelho.

Em comparação, a marca gasta cerca de 375$ para fabricar um Galaxy S9. Ficando assim, com uma margem de lucro à volta dos 55$, quando este é vendido ao cliente final.

Portanto, se a Samsung quiser meter as mãos numa margem de 65%… O telemóvel deverá chegar ao mercado a custar uns estrondosos 1800$!

Fonte