Saiu de casa e fez uma compra com o seu cartão? A Google sabe!


Por em

Quando a Google mostra um anúncio, o gigante dos motores de busca fica a saber se efetuou uma compra online devido a ele. Mas e se fizer uma compra numa loja física devido a um anúncio online?

Bem, acontece que a Google pode ficar a conhecer algumas delas. Esta informação foi revelada pela Bloomberg que expôs um contrato secreto entre a Mastercard e a Google. Na prática este acordo permite que a Google aceda aos registos das transações offline de pelo menos dois mil milhões de clientes da Mastercard.

Embora o contrato em si não seja particularmente surpreendente, o facto da Google e da Mastercard terem mantido o acordo em segredo é um pouco preocupante.

Segundo três pessoas que trabalharam diretamente no negócio, o Google e a Mastercard negociaram o contrato ao longo de cerca de quatro anos. Embora não tenha sido divulgada uma quantia exata, a Mastercard pagou à Google milhões de dólares pelos dados dos clientes. As duas empresas também discutiram o partilha da receita de publicidade relacionada com os dados, embora a Google tenha negado.

Entretanto a Google fez uma declaração acerca da segurança da ferramenta de publicidade relacionada com o contrato, mas esqueceu-se de discutir diretamente a parceria da Mastercard:

“Antes de lançarmos este produto no ano passado, criámos uma nova tecnologia de encriptação que impede que a Google e os nossos parceiros acedam a informações que permitam identificar os utilizadores. Não temos acesso a nenhuma informação pessoal dos cartões de crédito e débito dos nossos parceiros, nem partilhamos informações pessoais com os nossos parceiros. ”

A tecnologia de encriptação a que a Google faz referência permite acompanhar os dados e a ligação com o perfil de um utilizador, mas partilha esses dados anonimamente com os anunciantes e a Google. Por outras palavras, funciona assim:

1. O comprador vê online o anúncio de um smartphone da Samsung. O comprador não compra nada.

2. Algum tempo depois (cerca de 30 dias após o clique no anúncio), o utilizador entra numa loja física e compra um smartphone Samsung com o seu Mastercard.

3. O anunciante (neste caso, a Samsung) recebe um relatório que mostra que um clique no anúncio levou a uma venda numa loja física. A Samsung e a Google não têm informações acerca de quem fez a compra, quanto foi gasto ou quando é que a pessoa fez a compra.

A Google enfatizou na sua declaração que os utilizadores podem desativar o acompanhamento de anúncios a qualquer momento; no entanto, o problema é que ninguém sabia disto.

Um porta-voz da Mastercard também se recusou a comentar esta parceria com a Google. Ainda assim, assinalou que a Mastercard costuma partilhar o histórico de transações com comerciantes e fornecedores de serviços.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.