Sabe quais são as 5 grandes novidades do Xiaomi Mi Watch?

O Xiaomi Mi Watch foi apenas apresentado ontem (5 de Novembro)! Mas verdade seja dita, muitos fãs do mundo dos smartwatches já estão loucos com aquilo que a gigante Chinesa está prestes a lançar para o mercado de consumo.

Afinal de contas, apesar de existirem centenas de modelos de relógios ‘smart’ nas prateleiras… A verdade é que ainda não existe um verdadeiro rival para o Apple Watch no mundo Google Android.

Aliás, a própria Google não produz nem tem uma fabricante ‘chave’ para levar o seu sistema operativo para frente.



Por isso, acaba por ser curioso ver a Xiaomi a agarrar num SO que estava nas ruas da amargura. Gerando uma onda de entusiasmo brutal, para um novo produto que finalmente poderá mudar as coisas para quem tem um Android, e realmente quer um relógio inteligente decente.

Porquê tanto entusiasmo à volta do Xiaomi Mi Watch? Fique a saber as 5 principais novidades do smartwatch!

1. O Preço

O Xiaomi Mi Watch custa menos de metade do Apple Watch, sendo também significativamente mais barato que os principais relógios Wear OS do mercado. Afinal de contas, a oferta ‘made in China’ vai custar qualquer coisa como 180€, enquanto o Apple Watch ultrapassa facilmente os 400€. Entretanto, o relógio mais popular Wear OS (Fossil Gen5) custa quase 300€.

2. Uma bateria capaz de oferecer uma boa autonomia

Estamos a falar de 570mAh de capacidade de bateria, superando o Huawei Watch GT2 de 46mm (455 mAh), Galaxy Watch Active 2 (296 mAh) e Apple Watch Series 5 (296 mAh). Em suma, o Mi Watch tem uma das maiores baterias do mercado, que se deverá traduzir em 36 horas de utilização.

3. Design brutal e um ecrã AMOLED de 1.78”

A Xiaomi não está para brincadeiras, por isso apostou na tecnologia AMOLED e no tamanho de 1.78” para os eu novo relógio Wear OS. Além disto, temos um corpo de 44mm, com uma traseira de cerâmica. (Construção em alumínio ou aço inoxidável).

Que como já deve saber, faz lembrar o Apple Watch. Contudo, na minha opinião… Isto não é um ponto negativo. O relógio da Apple é o líder de mercado, por isso, imitem à vontade.

4. Google Wear OS com personalização MIUI

O Wear OS é um sistema cheio de potencialidades, que infelizmente ainda não conseguiu ter sucesso digno desse nome no mercado de wearables. No entanto, parece que está prestes a ter um grande empurrão da Xiaomi, com a gigante Chinesa a produzir 40 aplicações para o relógio, bem como uma loja própria de apps.

Aliás, a Xiaomi até abriu a sua loja a todos os programadores, na esperança que o ecossistema comece a crescer de forma progressiva, com muita qualidade. Além disto, é provável que o modelo para o resto do mundo tenha também acesso à Google Play Store… Por isso, o que não vão faltar são aplicações.

5. Qualcomm Snapdragon Wear 3100 4G

Ao fim ao cabo, o Snapdragon Wear 3100 não é grande novidade no mercado… No entanto, temos aqui a versão 4G, o modelo mais poderoso da fabricante com um 4 núcleos físicos Cortex A7 capazes de chegar à frequência máxima de 1.2GHz.

Além disto, como o nome indica, temos suporte à rede 4G LTE, trazendo a tecnologia eSIM para cima da mesa.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário