Roubo de catalisadores – Porquê? Quais são os carros alvo?

Caso não saiba, com o início da pandemia, tivemos uma subida muito significativa no roubo de catalisadores um pouco por todo o mundo, onde temos de incluir o nosso pequeno país à beira mar plantado, Portugal. Uma tendência, que infelizmente, continua bem viva, mesmo com o aligeirar da pandemia na Europa.

Pessoalmente, até conheço duas pessoas que um dia se levantaram de manhã para ir para o emprego, e se depararam com um carro com este componente a menos, e um custo de arranjo muito significativo à sua frente.

Afinal de contas, estamos a falar de um ato de roubo, mas também de vandalismo. Não basta meter um catalisador novo, é preciso reparar todo o estrago, antes de meter a peça nova.

Dito tudo isto, porquê este ‘boom’ no roubo dos catalisadores? Pois bem… Tudo se deve aos materiais que se encontram lá dentro!

Roubo de catalisadores – Porquê? Quais são os carros alvo?

Portanto, antes de mais nada, é preciso perceber para que serve o Catalisador num automóvel moderno. Faz ideia? Bem, serve para converter as substâncias nocivas em substâncias mais inofensivas. Ou seja, serve para diminuir a emissão de gases poluentes para a atmosfera. Como é que isto é feito? Os gases nocivos entram no catalisador e são filtrados por um conversor composto por paládio e molibdênio, convertendo-os em vapor de água e outros gases não tóxicos.

Até aqui tudo bem, certo? Mas tudo isto levanta uma dúvida importante… Porquê tanto roubo de catalisador?

É muito simples, tudo se deve aos componentes base do catalisador, como o paládio, platina, ródio e molibdênio! Especialmente agora nestes tempos pandémicos, em que a extração destes materiais foi interrompida, e por isso, o seu valor explodiu no mercado.

Desta forma, no mercado negro, os assaltantes estão a conseguir entre 300€~1000€, dependendo do catalisador obtido. Além de tudo isto, como este tipo de componente não é identificado, é virtualmente impossível encontrar as peças roubadas quando estas voltam a aparecer no mercado.

Quais são os alvos mais apetecíveis?

Antes de entrar neste tema, temos de salientar que o catalisador não dura para sempre. O processo de ‘limpeza’ tem um número de kms pré-definido, ou um número de anos de uso, normalmente 10 anos. Tudo porque os materiais mais importantes de todo o sistema vão-se desgastando ao longo do tempo.

Por isso, de forma bem curiosa, os alvos mais apetecíveis são carros recentes (que podem ser mais complicados de roubar, devido a sistemas de segurança modernos), ou pasme-se, carros híbrido.

Em suma, carros mais recentes porque têm um catalisador “novo”, e claro, os carros híbridos, nomeadamente os PHEV, porque usam menos o motor a combustão no seu dia-a-dia.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir ou no símbolo da estrela no canto superior direito.

Subscrever

Outros artigos

Windows 11 22H2: a nova versão chega a 20 de Setembro!

Quem andava ansioso pela nova versão do Windows 11,...

Para estar seguro não basta apagar o histórico do Chrome!

Pelas mais variadas razões podemos ter necessidade de apagar...

Android: resolva agora os problemas mais comuns!

O Android é um sistema operativo muito intuitivo, fiável...

Faça isto para aproveitar ao máximo o Gmail da Google!

Hoje em dia os e-mails são algo essencial para...

Gmail: como contornar o limite de envio de anexos grandes

Muitas pessoas, por variadas razões, necessitam frequentemente de enviar...
mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.